Destinos - Russo indica passeios para emendar na Copa 2018 - Notícia - Turismo
Home

www.panrotas.com.br

Russo indica passeios para emendar na Copa 2018

- Destinos
Marcos Martins Marcos Martins

Travel All Russia
Catedral de São Basílio, em Moscou
Catedral de São Basílio, em Moscou
Falta menos de um ano para a Copa do Mundo 2018 na Rússia (de 14 de junho a 15 de julho) e os preparativos já começaram. De olho na paixão dos brasileiros pelo futebol, algumas operadoras oferecem pacotes para o destino e há brasileiros que, de forma independente, já planejam a compra de passagens aéreas, diárias em hotéis e ingressos.

Arquivo Pessoal
Alexey Alexeev mora no Brasil e montou roteiro especial
Alexey Alexeev mora no Brasil e montou roteiro especial

Em colaboração com o Portal
PANROTAS, o youtuber Alexey Alexeev, do canal Alexey Russo – que tem 337 mil inscritos no Youtube – separou dicas de passeios culturais e gastronômicos para emendar aos jogos em quatro das 11 cidades que sediarão o torneio, incluindo bate-voltas. Natural de Krasnoyarsk, no oeste da Sibéria, Alexey passou a infância em Moscou e, por coincidência, visitou o Brasil pela primeira vez durante a Copa do Mundo 2014, onde mora atualmente.

Confira:

MOSCOU

A capital da Rússia tem oito séculos e meio de existência, 12 milhões de habitantes e está bem preparada para receber os turistas durante o evento. São mais de 200 hotéis, entre construções contemporâneas e outras de estilo clássico que foram renovadas há pouco tempo, além de nove estações ferroviárias e cinco aeroportos.

Entre um intervalo e outro, vale fazer um passeio no Gorky Park (o “Central Park de Moscou”), um dos lugares mais famosos da cidade. Às margens do Rio Moscou, tem atrações diferentes de acordo com a época do ano, com ciclofaixas, bistrôs e até mesmo balada.

Fancy Floor
Gorky Park
Gorky Park
Já que a Copa do Mundo acontecerá do final da primavera ao início do verão russo, nesta época será possível alugar patins e tomar um sol na área de praia artificial, onde muita gente leva até mesmo cadeiras temáticas. Outro endereço semelhante é o Tsaritsyno Park, que tem museu, estufas, lagos e fontes de água iluminadas.

O Arkhangelskoye Palace, no distrito de Krasnogorsky, a 20 quilômetros a oeste, reúne arquitetura senhorial russa e coleções de arte no espaço que transformou-se em museu. O palácio foi projetado pelo arquiteto francês Charles de Hern e construído por mestres russos de 1786 a 1790. Um arco decorado com trilhos de tração de ferro fundido leva ao pátio de gala e uma das alas do palácio abriga a famosa galeria de pintura e a biblioteca do príncipe Yusupov.

Royal Russia News
Arkhangelskoye Palace
Arkhangelskoye Palace
A antiga aldeia de Kolomenskoye foi fundada em 1237 por refugiados de Kolomna, embora tenha vestígios arqueológicos de civilizações pré-eslavas que datam mais de 2,5 mil anos. Às margens do rio Moskva, a principal atração do parque é a Igreja da Ascensão de Nosso Senhor, construída em 1529 por ordem do Tsar Vasily III para comemorar o nascimento de seu filho e herdeiro. A construção é um exemplo histórico de arquitetura eclesiástica de madeira e dá um belo contraste com a região urbana.

Divulgação/ Ginza
Ginza oferece vista incrível
Ginza oferece vista incrível
Um dos endereços gastronômicos mais sofisticados é, sem sombra de dúvidas, o Ginza (Sixty Project). O restaurante fica numa parte do business center de Moscou, sendo motivo de orgulho para os russos. A 225 metros de altura, o Ginza funciona no topo do prédio com vista panorâmica de tirar o fôlego.

Além do menu à la carte, há opção de degustação de cozinha moderna russa, doces tradicionais, como o blueberry pie e o medovik (bolo de mel), e menu de drinques que inclui até mesmo caipirinha. A experiência não é barata, mas vale a pena.

Divulgação/ RVI
Suzdal é uma mistura de Europa e Àsia
Suzdal é uma mistura de Europa e Àsia
Em dia livre, a dica é fazer um bate-volta para Suzdal, uma das cidades mais antigas da Rússia, a 257 quilômetros de Moscou. Na região – que está de pé desde o ano 1024 – há muitas igrejas, torres com sinos e mosteiros, que tocam o espiritual até mesmo de quem não é religioso. O ponto é estratégico também para diferenciar a Igreja Ortodoxa da Católica. Para manter sua essência arquitetônica, Suzdal não passou por nenhuma mudança durante a industrialização soviética.

SÃO PETESBURGO
SAINT-PETERSBURG.COM
Peterhof é cartão-postal da cidade
Peterhof é cartão-postal da cidade
Uma das atrações turísticas mais famosas e populares de São Petersburgo é o Peterhof (ou Petrodvorets), conhecido popularmente como "os Versailles russos”. Durante a Segunda Guerra Mundial, o local foi devastado pelas tropas alemães e os russos o reconstruíram, graças ao trabalho de engenheiros militares e mais de mil voluntários.

Para comer, uma dica mais em conta é o restaurante Mansarda, que tem vista para a Catedral de Santo Isaac e arredores. A preços razoáveis, o menu internacional inclui massas, pratos grelhados e sushi, além de pratos mais leves como sopas e saladas de beterraba.

KAZAN
Kazan Travels
Kremlin de Kazan
Kremlin de Kazan
Entre os rios Volga e Kazanka, a cidade possui influências tanto ocidentais quanto orientais, sendo um reduto da cultura dos povos tártaros. Kazan é cerca de 150 anos mais velha que Moscou e possui a maior concentração de muçulmanos da Rússia. A dica é fazer um dos tradicionais walking tours no complexo arquitetônico e histórico do Kremlin.

SOCHI
Divulgação/ Sail on Board
Porto de Sochi
Porto de Sochi
Esse nome é familiar para muita gente, pois a cidade foi sede das Olimpíadas de Inverno em 2014. Entretanto, o destino tem praias, dois aquários, um zoológico e o Parque Nacional que, do topo do Monte Akhun, oferece vista extraordinária. O porto da cidade recebe diversas lanchas, embarcações menores e navios de até 220 metros que realizam passeios panorâmicos e viagens mais rápidas.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA
CLIQUE E VOTE
© PANROTAS