Home

www.panrotas.com.br

18/7/2014 18:18:00
     
0 comentário(s)

Falta de passageiros motiva suspensão de rota na Azul

A Azul deixará de operar o voo entre Juiz de Fora e o Aeroporto de Confins, em Minas Gerais, a partir de 14 de setembro. Segundo a companhia, o motivo da suspensão deve-se ao fato do baixo movimento de passageiros apresentado nessa rota, tornando a sustentação do voo economicamente inviável. A empresa ressalta que, apesar do cancelamento, ela oferece voos diários a Campinas (SP), de onde é possível realizar uma série de conexões para mais de 50 destinos em todo o País, inclusive Confins.
     
0 comentário(s)

Danilo Teixeira Alves

danilo@panrotas.com.br
  • Oseas Matos - 20/7/2014 13:31:09
    Pedro sua analise é perfeita! Se a AZUL mudasse os aeroportos de operações; a ocupação subiria...
  • Marcos Estevao Vajas Hernandez / Brazil Solutions - 20/7/2014 05:50:27
    Esse aeroporto novo foi construido tipo intermodal, para cargas de toda a regiao e, tambem, paxs. A distancia tem dificultado. E os voos para CPQ, como estao de aproveitamento? O aeroporto antigo, chamado Serrinha (?), ainda opera voos comerciais?
  • Pedro Guerra / Turismo & Variedades - 19/7/2014 17:25:29
    Um dos motivos que explica este fracasso da rota é o fato da Azul ter optado por não voar mais para o Aeroporto da Serrinha, que fica em Juiz de Fora e optar pelo Aeroporto de Goianá, que fica distante. Isto é, o passageiro gasta 2 horas para ir e voltar do aeroporto até Juiz de Fora, enquanto o tempo de voo de Juiz de Fora para Belo Horizonte é apenas 55 minutos. Além disso, o voo opera apenas em Confins e não no Aeroporto da Pampulha em Belo Horizonte, como sempre foi, ou seja, ao todo, o passageiro gasta 2 horas de traslado de / para os aeroportos na ida e mais 2 horas de traslado na volta para casa, assim não compensa. Se a pessoa for direto de carro, ela vai gastar 3 horas de viagem. Outro fator que afastou os passageiros são as tarifas, muito altas para esta rota curta.