Aviação - Airbus conclui estrutura de nova geração de Beluga; veja - Notícia - Turismo
Home

www.panrotas.com.br

Airbus conclui estrutura de nova geração de Beluga; veja

- Aviação
Leonardo Ramos Leonardo Ramos
Airbus/ P. Masclet
Aeronave será capaz de transportar duas asas de um A350 em único voo, contra uma asa por vez do modelo antigo, o Beluga ST
Aeronave será capaz de transportar duas asas de um A350 em único voo, contra uma asa por vez do modelo antigo, o Beluga ST
A primeira estrutura completa do Beluga XL, nova geração de aeronaves de carga da Airbus, saiu do hangar de montagem nesta semana, em Toulouse, na França.

O novo modelo contará com cinco unidades, e uma vez que se torne operacional, será usada para transportar as seções completas de aeronaves Airbus entre os diferentes locais de produção de peças da empresa na Europa - em especial Espanha e Alemanha - para as linhas finais de montagem na França. Uma vez concluída, a aeronave será capaz de transportar duas asas de um A350 em único voo, contra uma asa por vez do modelo antigo, o Beluga ST.

O Beluga XL, um dos "mais volumosos já existentes", segundo a Airbus, conta com 63,1 metros de comprimento, 18,9 metros de altura, fuselagem com diâmetro de 8,8 metros e distância entre as asas de 60,3 metros, sendo que cada uma delas terá uma área de 361,6 metros quadrados. Sua capacidade de voo é de quatro mil quilômetros, carregando uma carga máxima de 52 toneladas.

Inicialmente derivado de uma estrutura do A330-200, a nova aeronave de carga conta com um design pouco parecido ao modelo inicial.

"Temos o A330 como base, mas muitas mudanças foram projetadas com sucesso, introduzidas na aeronave e testadas", explicou o chefe do programa Beluga XL, Bertrand George. "Transformar um produto existente em um super transportador não é uma tarefa simples."

A previsão é que ainda este ano o novo modelo esteja voando, embora não haja ainda uma data estimada para o lançamento.

Antes disso, a aeronave contará com uma bateria de testes de um mês com a instalação de seus dois motores a jato, garantindo que "cada um dos sistemas da Beluga XL funcione conforme o previsto".

Enquanto a primeira unidade do Beluga XL já está estruturalmente completo e se aproxima de sua fase de testes, a segunda estrutura A330 a ser convertida para o novo modelo chegou recentemente em Toulouse para iniciar seu processo de adaptação a aeronave de carga.

Airbus / P. Masclet
Segunda estrutura do A330-200 já está no hangar para ser transformado em um Beluga XL
Segunda estrutura do A330-200 já está no hangar para ser transformado em um Beluga XL






















 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA
CLIQUE E VOTE
© PANROTAS