Política - Russos têm interesse em concessão ferroviária brasileira - Notícia - Turismo
Home

www.panrotas.com.br

Russos têm interesse em concessão ferroviária brasileira

- Política
Paula Daidone Paula Daidone
Enquanto a ANTT corre para destravar editais e levar à iniciativa privada trechos ferroviários, membros do governo buscam capital estrangeiro para o leilão. O diretor geral da maior empresa russa do ramo esteve em Brasília e mostrou que o interesse, independentemente da recessão que o País vive, é alto.

“Nossa empresa tem capacidade reconhecida de construir e operar as ferrovias com o porte e o tamanho que o Brasil hoje pretende ter. Estou certo que vamos participar do programa de concessões do governo e realizar investimentos aqui”, afirmou o diretor geral da RZHD Internacional, Sergey A. Pavlov.

O encontro entre o empresário e membros do governo federal aconteceu na última semana, e contou com a presença do então ministro do Planejamento, Orçamento e Gestão, Nelson Barbosa, que ontem assumiu a cadeira de ministro da Fazenda, substituindo Joaquim Levy. Ao termino do encontro, Barbosa disse que as expectativas são positivas.

“O Brasil tem um histórico de receber bem os investimentos estrangeiros. Já tivemos investimentos de empresas europeias e americanas, além dos asiáticos, a começar com japoneses e depois chineses. Esperamos contar também agora com os investimentos russos”, afirmou.

A via sacra do governo federal este ano, na busca de aproximação com empresários de multinacionais, ainda pode render outras oportunidades de negócios. De acordo com informações da ANTT, perspectiva é que a visita de empresários para conhecer mais a fundo o programa de concessão se acentue ao longo de 2016. A promessa de conceder ferrovias à iniciativa privada faz parte da 2ª fase do Plano de Investimento em Logística (PIL). No modal ferroviário, o programa busca aumentar a capacidade de transporte e diminuir os gargalos. O programa garantirá a aplicação de R$ 86,4 bilhões na construção, modernização e manutenção de 7,5 mil quilômetros de linhas férreas.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA
CLIQUE E VOTE
© PANROTAS