Tecnologia - Startup liga turista a fotógrafos brasileiros em 16 destinos - Notícia - Turismo
Home

www.panrotas.com.br

Startup liga turista a fotógrafos brasileiros em 16 destinos

- Tecnologia
Roberta Queiroz Roberta Queiroz
Londres, por exemplo, conta com duas fotógrafas (foto: Carla Costelini)
Tecnologia , Londres, por exemplo, conta com duas fotógrafas (foto: Carla Costelini)
Londres, por exemplo, conta com duas fotógrafas (foto: Carla Costelini)
“Deixe o pau de selfie em casa”, este é o principal conselho que o Phototrip.Me está distribuindo na internet desde 29 de fevereiro. Criado por Henderson Moret e Túlio Bragança, brasileiros radicados em Buenos Aires, o site conecta o turista a fotógrafos nascidos no Brasil, mas que moram em diversos lugares do País e do mundo.

“Oferecemos esse serviço em Buenos Aires faz mais de um ano. Sou dono do blog Aires Buenos e entre as várias atividades que oferecemos está esse ensaio turístico, feito pelo Henderson”, explica Bragança. “A ação deu tão certo por aqui que o Henderson e eu decidimos levar a ideia para outras cidades turísticas”, completa.

Ao navegar pelo endereço on-line, o viajante explora o portfólio do profissional conforme o destino e contrata um deles para realizar um ensaio fotográfico. Veja na imagem abaixo, retirada do próprio Phototrip.Me, como funciona o processo.



Além de escolher a quantidade de fotos e locações, o cliente pode aproveitar a oportunidade para ter um guia por algumas horas. “O fotógrafo é alguém que mora na cidade e conhece a fundo seus cantinhos, charmes e segredos. No ensaio, além de tirar as fotos, você conhecerá pontos exclusivos da cidade que só um morador local conhece”, descreve o site.

No momento, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Ouro Preto, Curitiba, Gramado, Brasília, Recife, Buenos Aires, Nova Yor, Los Angereles, Lisboa, Londres, Madri, Paris e Viena integram a lista do Phototrip.Me. Os valores das sessões variam de acordo com o pacote e são cobrados sempre em reais. Também é importante lembrar que as fotos são entregues apenas no formato digital.

Para expandir os negócios, no próximo mês, a startup fará parcerias com blogs de viagens e tendências. “Também estamos em contato com algumas agências de viagens para que elas possam oferecer nossos produtos”, revela Bragança.

INSPIRAÇÕES E NÚMEROS
Basta navegar pelo site, para perceber que seu grande objetivo é oferecer uma “nova experiência em turismo”. “Queremos que a fotografia seja a melhor lembrança que o turista possa levar de uma viagem. Em tempos de smartphone, todo mundo pode tirar fotos e muitas selfies, o que é muito divertido, mas esteticamente não são imagens boas”, destaca.

“Ninguém faz um quadro para a parede ou imprime uma selfie para colocar no porta-retrato. Achamos que algumas viagens são mais especiais que as outras e merecem ser registradas de maneira mais bonita, para guardarmos de lembrança. É aí que entra o Phototrip.Me.”

O brasileiro também deixa claro que o produto não é só para casais em lua de mel, pelo contrário, atende famílias, grupos de amigos e terceira idade. “Desde o dia 29, já fechamos 18 ensaios pelo Phototrip.Me. No ano passado, foram mais de 100 ensaios na capital argentina por meio do blog Aires Buenos”, afirma o idealizador.

Ao todo, Bragança e Moret investiram cerca de R$5 mil no desenvolvimento do Phototrip.Me. “Somos uma startup bem enxuta. A operação tem três: os sócios em Buenos Aires e uma colaboradora no Brasil. Além, claro, de mais de 20 fotógrafos espalhados pelo mundo.”

Conheça a plataforma clicando aqui.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA
CLIQUE E VOTE
© PANROTAS