AVIAÇÃO

United e mais 4 aposentam o Jumbo B747; relembre

Reprodução / Boeing
O modelo chegou a operar por mais de 40 anos em algumas companhias aéreas
O modelo chegou a operar por mais de 40 anos em algumas companhias aéreas
Inicialmente usado pela Pan American Airways em 1970, o Boeing 747 tem sido um dos principais suportes da aviação comercial durante quatro décadas. Embora companhias como a Cathay Pacific citem a aeronave como um fator chave para seus sucessos nos últimos anos, algumas aéreas já estão apontando para a aposentadoria completa do modelo comumente conhecido como Jumbo. A United Airlines é uma delas.

Seguindo a tendência da companhia estadunidense, confira cinco companhias que já anunciaram planos de aposentadoria do modelo para 2017.

GARUDA INDONESIA
Wikicommons / Dmitriy Pichugin
A companhia da Indonésia foi a última a anunciar a aposentadoria do 747, na semana passada. A aeronave realizou o seu último voo comercial pela Garuda no dia 6 de outubro, de Medina, na Arábia Saudita, para Macáçar, na Indonésia.

Originalmente, o Boeing juntou-se à frota da companhia em 1994, servindo para destinos como Pequim, Cingapura e Londres. Segundo o Jakarta Post, a aeronave registrou cerca de 89 mil horas de tempo de voos com a Garuda.

EVA AIR
Divulgação / Eva Air
A Eva Air, de Taiwan, aposentou o seu 747 em agosto, após seu voo final de Hong Kong para o Aeroporto Internacional Taiwan Taoyuan. Embora não tenha oficializado a aeronave a operar a rota, um A320 já aparece no cronograma da companhia.

A aposentadoria, todavia, foi marcada de maneira notável: a tripulação estreou os novos uniformes, sendo a terceira troca desde a sua fundação.

UNITED
Divulgação / United
A aeronave, inicialmente, juntou-se à frota da United em julho de 1970, passando a voar de São Francisco a Honolulu, no Havaí. A aposentadoria do modelo ocorrerá na mesma rota, no mês que vem, após quase meio século de operações. Segundo o USA Today, os assentos do voo de despedida foram vendidos em menos de duas horas.

Para rotas internacionais, o avião encerrará suas operações no dia 29 de outubro, indo de Seul para São Francisco — e será substituído por um B787-9 Dreamliner. Atualmente, a United tem nove 747 em sua frota.

DELTA
Reprodução / Delta Airlines
Embora em fase inicial de substituição, o primeiro 747 aposentado foi na rota Tóquio-Narita, para Honolulu, no mês passado. A companhia espera retirar os demais 747 até o final de 2017, substituindo-o pelo A350 — recebido em julho, deverá assumir as operações para Tóquio a partir de 30 de outubro.

QANTAS
Wikicommons / Adrian Pingstone
A companhia australiana planeja continuar a utilizar seus seis jatos jumbos 747-400ER, mas isso não impede que ela retire os 747-400 de operação nos próximos anos. A Qantas recentemente aumentou as encomendas de 787-9 Dreamliners — sendo que o primeiro deles foi lançado oficialmente ontem.

A aposentadoria dos seus cinco 747-400 começou em agosto, quando a aérea se despediu dos aviões VH-OJM, que foram entregues por volta de 1991 e acumulou milhas suficientes para voar para a lua e voltar 120 vezes.

OUTRAS APOSENTADORIAS
A Air France aposentou o seu último 747 em janeiro de 2016, após mais de 45 anos de operações, voando entre a Cidade do México e Paris. A Singapore Airlines retirou o 747 em 2012, voando de Cingapura para Hong Kong depois de 40 de serviço.

Ainda na Ásia, a Japan Airlines e a All Nippon Airways (ANA) se despediram do modelo em 2011 e 2014, respectivamente. No mesmo ano da aposentadoria da aeronave na ANA, a Air New Zealand também fez o seu último voo com ele, entre São Francisco e Auckland.


*Fonte: Business Travaller

conteúdo original: http://bit.ly/2gOHDgW
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA