INTERNACIONAL

Terrorismo é a principal preocupação dos viajantes corporativos dos EUA

nrkbeta/Flickr

Mesmo que os atentados terroristas já tenham ocorrido há algum tempo em cidades norte-americanas e europeias, o medo que eles se repitam continua sendo a principal preocupação dos viajantes corporativos dos Estados Unidos, de acordo com recente pesquisa realizada pela Global Business Travel Association (GBTA).

O estudo Risk on The Road: Safety and Security Concerns Lead to Traveler Behavior Change foi feito com 798 respondentes do país que viajaram pelo menos quatro vezes a trabalho para destinos internacionais no ano passado, e 45% deles apontaram o terrorismo como principal motivo de preocupação, enquanto a criminalidade nas ruas preocupa 15% e o risco de contrair doenças está nos pensamentos de 13%.

“Manter os viajantes corporativos em segurança durante o seu trajeto é responsabilidade primordial dos gestores de viagens, e compreender os medos e ansiedades dos funcionários, além de comunicar a eles os protocolos de risco e serviços de assistência disponíveis durante a viagem, são fatores que podem ajudar muito na construção de um programa eficaz de gestão de riscos”, afirma o diretor executivo e COO da GBTA, Michael W. McCormick.

Há ainda outras conclusões interessantes no relatório, como o fato de mais da metade dos entrevistados sentirem-se mais seguros em viagens nacionais do que internacionais, e de que os recentes ataques terroristas levaram viajantes de negócios a repensar suas acomodações de hospedagem, com 41% deles tentando ficar apenas em hotéis aprovados e 40% procurando medidas específicas de segurança em hotéis em potencial.

30% dos respondentes afirmaram ter visitado um destino de alto risco no ano passado, e o relatório também investigou quais destinos são considerados mais seguros e inseguros. Washington, D.C., Los Angeles e Londres foram classificadas como as cidades mais seguras, enquanto Turquia, México e Lagos (Nigéria) foram classificadas como os destinos mais inseguros.

Mas ao que tudo indica, as empresas estão fazendo um bom trabalho de apoio aos seus trabalhadores quando eles visitam um destino de alto risco, já que 91% afirmaram que a sua organização se preocupa com a sua segurança quando viajam a trabalho.


*Fonte: Skift

conteúdo original: http://bit.ly/2nMSRTW
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA