MOBILIDADE

Transformação digital é necessária para boa mobilidade

O Fórum PANROTAS recebeu uma discussão sobre mobilidade e os desafios que ela pode trazer, como o confronto entre modelos diferentes de negócios. Em um mundo cada vez mais digital, novas empresas estão surgindo e as tradicionais precisam agir e se transformar para não ficarem para trás.

Emerson Souza
Herbert Viana, da Localiza, Daniel Velazco-Bedoya, do Cabify, Marcelo Martins, da Triple M, e Teresa Cristina Fritsch, presidente da ABAV-RJ
Herbert Viana, da Localiza, Daniel Velazco-Bedoya, do Cabify, Marcelo Martins, da Triple M, e Teresa Cristina Fritsch, presidente da ABAV-RJ

Também é importante citar a questão de transporte coletivo versus privativo. Se o sistema público, no Brasil, fosse realmente eficiente, existiria tanto espaço para empresas que oferecem transporte privativo? “Na Espanha e em Portugal, mesmo com um acesso melhor ao público, existe alta demanda pelo nosso modelo de trabalho. Empresas e governos que entendem essa diferença podem tentar trabalhar de uma forma conjunta”, afirma o country manager da Cabify no Brasil, Daniel Velazco-Bedoya.

Sobre os grandes eventos que acontecem no País, como os Jogos Olímpicos e a Copa do Mundo, apesar de a prefeitura do Rio de Janeiro identificar que o público utiliza o coletivo, é muito comum a contratação de particular para a locomoção. De acordo com o diretor de Marketing da Localiza Rent a Car, Herbert Viana, o aluguel de carros é bastante democrático. “Por mais que o uso de transporte público seja incentivado, a locação de carros pode servir para toda a jornada do turista, já que ele chega antes e sai depois do evento. Nosso produto é uma comodidade e tem bastante aderência”, conta.

Para a Cabify, há uma grande demanda de pessoas querendo utilizar este serviço. O automóvel chega no horário e momento que a pessoa precisa, tornando-se um serviço conveniente. “Em todos os eventos que estivemos, tivemos um resultado muito bom de adesão”, conta o country manager. O mercado de eventos é um nicho de oportunidade enorme e é visível a necessidade de interação de outros tipos de serviço.

“Transportar os atletas nos Jogos Olímpicos foi um momento único. Trabalhamos em conjunto e sinergia com nossos concorrentes”, contou o diretor da Triple M, Marcelo Martins. O transporte público, o logístico, o aluguel e o de economia compartilhada funcionaram muito bem neste período. “Estava tudo bem organizado, tivemos um impacto muito positivo no cenário internacional.”

Com os dispositivos móveis, é possível obter um maior poder de informação na hora de escolher os melhores fornecedores. O surgimento das novas tecnologias exige que as empresas se adaptem rapidamente. Sobre as prioridades e investimentos neste desafio de novas tendências, as três empresas vêm oferecendo e apresentando soluções digitais para atender melhor os clientes.

“Embora nossa indústria seja de mais de 100 anos, nunca estivemos tão atuais. A Localiza vem investindo muito em tecnologia nos últimos anos, principalmente em relação à experiência do cliente”, explica Viana. Praticamente toda a jornada do consumidor pode ser feita por meio do digital, que não é mais uma opção e, sim, uma necessidade.

Já o Cabify possui um time global de mais de 100 pessoas desenvolvendo tecnologias diariamente. Novos produtos e configurações dentro das aplicações das empresas estão sempre sendo criados para atender este mercado de mobilidade que está em constante mudança. “Precisamos entender o comportamento de quem quer ser transportado, quem quer oferecer transporte, e consolidar no que a empresa é hoje”, diz Velazco-Bedoya.

“Vamos apresentar ao mercado um novo aplicativo, já em teste, que otimizará o planejamento aéreo e informará o melhor transporte e rota, além de indicar o status da corrida”, finaliza Martins.

SOBRE O EVENTO
O Fórum PANROTAS 2017 ocorre entre 13 e 14 de março, no Grand Hyatt São Paulo, e é uma realização da PANROTAS Editora. O evento tem a aliança institucional da CNC Sesc Senac e patrocínio Accor Hotels, Air France-KLM, Bahiatursa, Best Western Hotels & Resorts, Beto Carrero World, Cep Transportes, CVC, Delta Air Lines, Elo, Esferatur, Gol Linhas Aéreas Inteligentes, GJP Hotels & Resorts, Grand Hyatt São Paulo e Rio de Janeiro, Grupo Trend, GTA - Global Travel Assistance, HRS - Hotel Global Solutions, Localiza, México, Omnibees, R1 Soluções Audiovisuais, Reserve, Rio Galeão, Sabre, Sebrae, Tap Portugal, Tes Cenografia, Vice Versa Interpretação e Visit Orlando. Mais informações no www.panrotas.com.br/forum.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA