TECNOLOGIA

Abracorp: padronizar é solução para mau planejamento

Emerson Souza
Paulo Rogerio Borges Rezende representou a, elogiada por Gervásio Tanabe, Amadeus no debate da Abracorp
Paulo Rogerio Borges Rezende representou a, elogiada por Gervásio Tanabe, Amadeus no debate da Abracorp

A última reunião mensal da Abracorp teve um teor diferente das demais. Isso porque, nesta quinta-feira, além dos associados, o encontro contou com representantes dos principais GDS - Sabre, Travelport e Amadeus - e outros sistemas, como Argo e Reserve, para um debate sobre o desenvolvimento tecnológico no mercado corporativo e discussão de uma problemática principal: o mau planejamento do País no segmento.

"Quando um fator impacta na compra, diretamente no cliente, ele tem que ser discutido, mas isso não acontece no Brasil. Nós planejamos inadequadamente e isso causa prejuízo lá na frente", explicou o diretor executivo da Abracorp, Gervásio Tanabe. Segundo ele, é necessário um período de adaptação ao se inserir algo novo no mercado, período esse que não é respeitado no mercado brasileiro e que impacta principalmente no cliente.

Diante da discussão, Tanabe cita a recente decisão de padronizar os vouchers de faturamento das locadoras como uma solução ideal para otimizar os processos no mercado corporativo. "É uma realidade que foi sonhada por todos", contou o diretor.

O próximo passo da Abracorp, agora, é reunir os players para se aproximar desse ideal. "Queremos juntá-los [os players] para chegar a uma conclusão e oferecer um padrão mínimo a ser seguido para que possamos oferecer a maior gama de produtos no ambiente mobile", concluiu Tanabe, que ainda elogiou e apontou os serviços dos GDS como inspiração para o mercado corporativo.

Confira abaixo mais fotos da reunião da Abracorp realizada nesta quinta-feira.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA