Palm Beaches (FL) bate recorde com 6 milhões de visitantes | Destinos | PANROTAS
DESTINOS

Palm Beaches (FL) bate recorde com 6 milhões de visitantes

KingDude420 /Pixabay
Objetivo do ano é bater 8 milhões
Objetivo do ano é bater 8 milhões

O destino Palm Beaches, região entre Orlando e Miami, na Flórida, que engloba 39 cidades, bateu um recorde de visitação no período de janeiro a setembro de 2018. Foram seis milhões de turistas, um aumento de 2,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Se considerar apenas as visitas do terceiro trimestre, o crescimento foi de 4,5%, alcançando 1,71 milhão.

Em termos financeiros, a região registrou um gasto de visitantes de US$ 3,7 bilhões no período (janeiro-setembro), um aumento de 5,4%, enquanto no terceiro trimestre foram US$ 877 milhões, alta de 6,6%.

LEIA MAIS
Conheça as muitas novidades de Palm Beaches até 2020

A região espera alcançar oito milhões de visitantes até o fim de 2018, o que significará um recorde absoluto no número de visitantes e o décimo ano consecutivo de quebra de recordes no setor. A informação é do Discover The Palm Beaches, órgão oficial de promoção de turismo do Condado de Palm Beach.

"Acompanhar um recorde no número de visitantes, especialmente durante os meses do verão, significa que a nossa estratégia de marketing e de grupos por meio da criação de uma 'temporada sem fim' vem funcionando – e isto motiva nosso time a atrair ainda mais visitantes para The Palm Beaches", comentou o CEO do Discover The Palm Beaches, Jorge Pesquer.

Entre os objetivos da organização para o próximo ano está aumentar o número de viagens em grupos e eventos e reuniões no destino.

INFLUÊNCIA BRASILEIRA
Vale destacar o papel do brasileiro nesta alta. Não foram revelados ainda números por país no terceiro trimestre, mas nos primeiros seis meses o Brasil foi um dos países que mais contribuíram com o incremento de turistas estrangeiros.

Ao todo, foram 15,1 mil viajantes brasileiros (+11%). Os demais destaques são: Canadá (203,6 mil, 2% de aumento), Reino Unido (19,8 mil, +9%), Colômbia (10,1 mil, +3%), França (8,7 mil, +12%), México (4,7 mil, +9%) e Austrália (3,3 mil, +20%).

No primeiro semestre foram 4,3 milhões de visitantes, sendo 3,92 milhões domésticos e 413 mil internacionais.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA