Avianca prevê 50 mil pax/mês a mais em dois anos

|

PANROTAS / Emerson Souza
O presidente da Avianca, José Efromovich, e o presidente da PANROTAS, Guillermo Alcorta
O presidente da Avianca, José Efromovich, e o presidente da PANROTAS, Guillermo Alcorta
A Federação Nacional do turismo promoveu hoje, no Maksoud Plaza (SP), a segunda edição do Ciclo de Palestras Fenactur, que traz como tema “O turismo e as companhias aéreas”. O evento homenageou o vice-presidente comercial de Marketing e Cargas da Avianca, Tarcisio Gargioni, que recebeu uma placa como mérito pelos resultados atingidos pela companhia nos últimos anos.

Durante o evento, foi realizado um debate mediado pelo presidente da PANROTAS, Guillermo Alcorta, com a presença do vice-presidente da CVC, Valter Patriani, do presidente da Abav São Paulo, Marcos Balsamão, do presidente do Sindetur São Paulo, Michel Tuma Ness, do presidente da Flot Viagens, Eduardo Barbosa, e do presidente da Abracorp, Edmar Bull.

Cada um deles teve a oportunidade de fazer uma pergunta para Gargioni, e uma das questões levantadas foi quantos passageiros a mais a Avianca prevê transportar daqui a dois anos, com a entrada na Star Alliance.

“Atualmente transportamos 800 mil passageiros por mês, e a previsão é de que, com o ingresso na Star Alliance, este número aumente de 4% a 5%, resultando em um trasnporte de 50 mil passageiros a mais por mês. Mas isso depende, é claro, do nosso amadurecimento dentro da aliança, cuja plenitude deve levar de dois a três anos", concluiu Gargioni.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA