Após ano mais seguro, 2º queda fatal de 2018 mata 50 | Eventos | PANROTAS
EVENTOS

Após ano mais seguro, 2º queda fatal de 2018 mata 50

Após um ano marcado como o mais seguro já registrado na história das viagens aéreas comerciais, com nenhum acidente fatal sendo registrado no mundo todo, aconteceu na manhã desta segunda (12) a segunda queda de uma aeronave com passageiros de 2018 - a primeira foi no Irã, quando 66 morreram. Um Bombardier Q400, operado pela companhia aérea do Bangladesh US-Bangla, se chocou com o chão quando tentava pousar no aeroporto de Katmandu, capital do Nepal.

Reprodução Twitter
Queda de Bombardier Q400 deixa ao menos 50 mortos em Katmandu, capital do Nepal
Queda de Bombardier Q400 deixa ao menos 50 mortos em Katmandu, capital do Nepal
Até o momento foram confirmados 50 mortos entre as 71 pessoas que estavam no avião, informação confirmada pelo porta-voz do exército do Nepal, o general Gokul Bhandari; 16 sobreviventes estão sendo tratados no Kathmandu Medical College, hospital da região, de acordo com o ABC News.

Dentre os presentes na aeronave estavam quatro tripulantes e 67 passageiros, dos quais 33 eram do Nepal, 32 de Bangladesh, um da China e um das Maldivas. Não havia brasileiros no avião que vinha de Dacca, capital de Bangladesh.

O ACIDENTE

Segundo o gerente geral do aeroporto Tribhuvan, Raj Kumar Chettri, após receber autorização para pousar, o piloto teria pedido para aterrissar vindo da direção nordeste; neste momento, ao ser questionado, ele negou que houvesse qualquer problema na aeronave.

Logo depois o avião foi visto dando duas voltas na direção nordeste, antes de se dirigir para a pista de pouso. A torre de controle então disse ao piloto que seu alinhamento estava incorreto, mas não obteve resposta.

"O avião deveria ter vindo da direção certa", disse Chettri para a agência Reuters, explicando que antes de tocar no solo, o avião se chocou com a cerca do aeroporto, bateu no chão e ficou em chamas.

De acordo com o site Flightradar a aeronave, que já operava há 17 anos, desceu para uma altitude de 4,400 pés (1,3 mil metros) e depois subiu para 6,6 mil pés (dois mil metros), antes de descer novamente e bater na cerca, dois minutos depois.

"De repente, o avião se chocou violentamente e houve um estrondo alto", disse um dos sobreviventes, Basanta Bohora, ao jornal Kathmandu Post. "Eu estava sentado perto de uma janela, e consegui sair da janela".

Um vídeo compartilhado no Twittwer mostra os destroços do avião; veja abaixo:

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA