DISTRIBUIÇÃO

Governo chinês adia fusão entre Marriott e Starwood

Divulgação
A Marriott aceitou o pedido do Ministério do Comércio da China de estender por mais 60 dias o período de revisão da fusão com a Starwood. A ação do governo chinês é significativa, já que essa é a última aprovação que falta para a Marriott completar o processo de autorização regulamentar da fusão de US$ 13,6 bilhões.

Em nota, a Marriott e a Starwood dizem acreditar que a junção das empresas não afetaria as questões de competitividade no mercado hoteleiro chinês. A preocupação do governo é que, com a fusão, crie-se um monopólio das empresas, já que juntas, as duas teriam 532 hotéis na China.

Atualmente, a Marriott tem 99 hotéis no país, com projeto de outros 150. Já a Starwood possui 283 hotéis em território chinês.



*Fonte: Travel Pulse

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA