Mobility celebra maioridade e novo momento | Locadoras de veículos | PANROTAS
LOCADORAS DE VEÍCULOS

Mobility celebra maioridade e novo momento

A Mobility comemorou os seus 18 anos na noite desta terça-feira, 27, em meio a carros luxuosos na loja premium da Eurobike, em São Paulo. "Estamos retomando o crescimento de mais de dois dígitos este ano e iremos expandir geograficamente a nossa atuação no Brasil e na América Latina. Queremos também crescer por aquisições, além de entrarmos em outros mercados", destacou o presidente da empresa, Oswaldo Melantonio Filho, que tornou-se sócio há dois anos.

Emerson Souza
O presidente da Mobility, Oswaldo Melantonio Filho, e o CEO, Oskar Kedor
O presidente da Mobility, Oswaldo Melantonio Filho, e o CEO, Oskar Kedor
Atualmente, a Mobility é a principal central de locadoras de veículos do Brasil. Com planejamento até 2023, a empresa pretende investir em tecnologia e em capacitações para manter o crescimento. "A gente está preocupado com a experiência do cliente. A locação de carros tem ainda uma série de ruídos e a gente acha que, ao conseguir antecipar esses problemas, a gente vai ter o cliente ao nosso lado", afirmou o CEO e fundador, Oskar Kedor. O executivo aproveitou ainda para celebrar a transformação da empresa em uma S.A, o que garante mais segurança jurídica ao negócio.

Dentre as novidades da empresa, Melantonio Filho destacou também o novo site e afirmou que, a partir do segundo semestre, a empresa já começa o plano de expansão pelo Brasil. "Hoje é um dia muito especial. É uma festa para 200 convidados. Temos aqui amigos, familiares, clientes, colaboradores".

NOVOS AGENTES
A Mobility também tem investido em marketing e campanhas de incentivo para estreitar ainda mais os laços com agentes de viagens. Um dos projetos para este ano, inclusive, é levar profissionais para o Vale do Silício, nos Estados Unidos, para apresentar empresas de tecnologia e inovação e novos modelos de negócio.

Para o futuro do setor, Kedor acredita que um novo estilo de agente de viagens deve vir por aí. "Acho que poucos vão se salvar. Acho que as agências vão ficar menores, mais independentes e mais rápidas, mas com muitas tecnologias e parceiros".

Confira mais imagens do evento abaixo:

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA