EMPRESAS

Gol e Reserve iniciam projeto em sistema de distribuição


Divulgação Reserve
Claudio dos Anjos, da GOL, Solange Vabo, Tiago Quintanilha e Luís Vabo, do Reserve
Claudio dos Anjos, da GOL, Solange Vabo, Tiago Quintanilha e Luís Vabo, do Reserve

O Reserve iniciou novo projeto piloto para desenvolvimento de integração via webservice no padrão Iata NDC (New Distribution Capability) com a Gol e a fornecedora de sistema de reservas de passagens para companhias aéreas Navitaire.

"Este novo projeto NDC com a Gol difere do anterior em alguns aspectos importantes", explica o diretor de Tecnologia e Operações do Reserve, Tiago Quintanilha. "Será um piloto NDC para voos domésticos e internacionais, com uma companhia aérea brasileira e com o 'hosting' da Navitaire, que é diferente do anterior", complementa.

O desenvolvimento de sistemas piloto no padrão NDC depende do alinhamento tecnológico de todos os elos da cadeia de distribuição - neste caso a companhia aérea, o sistema de reservas, o sistema integrador e a agência de viagens.

"O Reserve desenvolveu a primeira integração webservices com a Gol no Brasil no início de 2004", lembra o consultor da Gol para Sistemas de Distribuição Claudio dos Anjos. "Este novo projeto com o Reserve aponta o caminho que vamos seguir nesta área", concluiu.

As empresas não mencionam quando será a emissão do primeiro bilhete padrão NDC de uma aérea brasileira no sistema, mas segundo o Reserve, este deve acontecer no primeiro trimestre de 2017.

"Somos a primeira empresa brasileira de tecnologia parceira estratégica do Iata e focamos o desenvolvimento de soluções NDC", comentou o presidente do Reserve, Luís Vabo. "Emitimos o primeiro bilhete aéreo NDC nas Américas em 2015, antes mesmo de EUA e Canadá, e seguimos apostando no novo padrão", conclui o executivo.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA