Latam Brasil tem novo CEO; Claudia assume Clientes

|

Rodrigo Vieira
Claudia Sender, diretora de Clientes e presidente da holding Latam SA no Brasil, e Jerome Cadier, CEO da Latam Airlines Brasil
Claudia Sender, diretora de Clientes e presidente da holding Latam SA no Brasil, e Jerome Cadier, CEO da Latam Airlines Brasil

A partir de 1º de maio, a Latam Airlines Brasil tem novo CEO. O atual vice-presidente de Marketing, Jerome Cadier, substitui Claudia Sender no cargo, enquanto a executiva assume como vice-presidente sênior de Clientes do Grupo, e segue como presidente da holding Latam S.A. no Brasil. Seus novos desafios consistem na liderança das áreas de Marketing, Serviços, Experiências de Clientes e Digital para todos os países onde o grupo opera, além de manter a responsabilidade pelos negócios da Latam no Brasil.

O anúncio vem acompanhado de outro fator importante: quatro novas áreas foram criadas na Latam Brasil. A começar pela área que Claudia vai liderar, a de Clientes. As outras são: Operações e Frota, Conectividade e Geração de Receita e departamento Financeiro (clique aqui e confira como fica a estrutura)

“Claro que a área financeira já existia, mas será reforçada e cuidará da frota, que era conduzida separadamente”, explicou Claudia Sender, que ressaltou a importância da nova área que ela liderará. “O departamento de Clientes é muito importante para o novo posicionamento de marca da Latam. Dentro dele, teremos duas subdivisões: Marketing e Serviços. Vamos olhar desde o nascedouro, que é o desenho do serviço, forma de comunicar e posicionar a marca, como crescer e encorpá-la, até a própria execução, na parte de call center, serviço de bordo, ground handling. Esse novo momento é fundamental para mostrar nossa malha de operação como um todo. O passageiro da Tam talvez não sabia que vamos para a Austrália, mas o passageiro Latam precisa saber que pode ir a Sidney conosco”, exemplificou.

Em relação ao novo CEO da Latam Airlines Brasil, Claudia foi só elogios. “Já trabalhei com ele anteriormente antes de entrar na companhia aérea [na Whirlpool]. Tenho certeza de que ele fará um trabalho melhor do que o meu. É uma pessoa muito competente. Nossas operações no País precisavam de uma pessoa como ele, e é por isso que o Jerome volta ao País.”

Já o brasileiro Jerome Cadier, de 46 anos, apontou que ainda é cedo para falar com propriedade como CEO, pois o cargo está ainda está em transição. Ele está na companhia há quatro anos e atuava no Chile como vice-presidente sênior de Marketing do grupo, sendo responsável pela Comunicação e Branding, Fidelidade, Experiência de Viagem, Business Intelligence e Digital para todos os países de atuação.

“Minha volta ao Brasil foi antecipada após o anuncio de saída do Armando e de outros executivos. Há muito trabalho aqui no País que têm de continuar. Não tem mudança ou diferenciação do que vem acontecendo. Precisamos voltar a crescer aqui, ajustando processos, buscando eficiência, além de cuidar muito da equipe e gestão de eficiência”, afirmou. “Começaremos a ver nossa malha de operação como um todo e a proposta é solidificar a Latam como uma marca unificada em todos os mercados que operamos.”

Para o novo CEO, "a movimentação consiste em ajustar a estrutura organizacional do Grupo Latam, tornando-a mais simples e eficiente para fazer frente ao cenário macroeconômico complexo e a um ambiente de negócio cada vez mais desafiador". "Toda estratégia é focada em pessoas e segurança. Estes princípios são transversais e sustentam a nova estrutura."

Jerome Cadier é formado em Engenharia de Produção pela Escola Politécnica da USP e possui MBA em Marketing e Finanças pela Kellogg School of Management da Northwestern University.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA