Lamec: "Os eventos começam nas redes sociais" | Eventos | PANROTAS
EVENTOS

Lamec: "Os eventos começam nas redes sociais"


Emerson Souza
Rodrigo Cordeiro (MCI Brasil), Nayara Ruiz (Bradesco), Fabio Meneghati (Mood/TBWA) e Tonico Novaes (Campus Party) participaram do primeiro painel
Rodrigo Cordeiro (MCI Brasil), Nayara Ruiz (Bradesco), Fabio Meneghati (Mood/TBWA) e Tonico Novaes (Campus Party) participaram do primeiro painel
Acontece hoje no WTC Eventos Center (SP) o Lamec 2017, que tem como objetivo trazer um formato disruptivo de evento por meio de diversas arenas simultâneas de debate e palestras.

Uma delas deu destaque para o papel das redes sociais na criação de eventos, e segundo o COO da Mood/TBWA, Fabio Meneghati, hoje em dia não é preciso ser um profissional de eventos para criar um, já que as redes sociais facilitam muito esse processo.

“Hoje os eventos começam nas redes sociais. Todo mundo (sejam empresas ou pessoas) pode criar um evento no Facebook, por exemplo, e por meio dele analisar o perfil das pessoas que confirmaram presença e os comentários que fazem nessa página. É possível sondar o tipo de música que os participantes querem ouvir ou os problemas que eles encontraram nas edições anteriores do evento, levando essas questões para o ambiente físico e atendendo às demandas observadas”, relata Meneghati.

Ele citou como exemplo o evento do Camarote Devassa no carnaval do Rio de Janeiro, no qual as pessoas interessadas em participar do evento são reunidas em grupos de Whatsapp, onde a interação com (e entre) elas acontece a todo o tempo. “Há mais de 100 milhões de pessoas conectadas à internet mundialmente e é muito importante aproveitar esse fato pata mapear o comportamento do participante nas redes sociais, entregando a melhor experiência a ele”, finaliza Meneghati.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA