Viajanet cresce 50% e prevê R$ 500 mi em 2016 | Agências de viagens | PANROTAS
AGÊNCIAS DE VIAGENS

Viajanet cresce 50% e prevê R$ 500 mi em 2016

Netto Moreira
Alex Todres e Bob Rossato, fundadores da OTA
A agência de viagens on-line Viajanet passou a operar no azul ano passado e, contrariando as expectativas do mercado, cresceu de forma lucrativa, mais de 50%. Para 2016, a empresa prevê movimentar mais de meio bilhão de reais. Segundo seus fundadores, Bob Rossato e Alex Todres, os bons resultados são atribuídos a otimização dos investimentos de marketing e tecnologia, automação dos processos de venda e back-office, que tornaram a operação mis enxuta e rentável (de 350 no fim de 2012 para os 120 funcionários atuais).

“No fim de 2014, as estratégias implantadas renderam o resultado esperado, que se manteve mesmo em meio ao clima de incertezas que todos os setores da economia passaram a enfrentar com a crise. Em 2015, na contramão do mercado, o Viajanet continuou com os investimentos em tecnologia e desenvolvimento de parcerias para fechar o ano não apenas no azul, mas com um nível de crescimento muito acima da média, tanto do segmento quanto em geral” ressalta o CEO da OTA, Paulo Nascimento.

A implantação dessa nova estratégia ajudou a agência no alcance de seus objetivos, especialmente na venda de passagens internacionais, que cresceu mais de 200% e hoje representa 60% do faturamento, mesmo com o dólar em alta.

NOVIDADES
A expectativa, Todres e Rossato, é que o ano que vem traga grandes desafios, bem como oportunidades de explorar alternativas que facilitarão a vida dos clientes. Confira algumas que devem sustentar as boas expectativas do ViajaNet:

- Continuidade da estratégia de White-Labels:
A iniciativa deve corresponder de 15% a 20% total da receita gerada pela empresa em 2016. A plataforma de venda de passagens, 100% operacionalizada pela ViajaNet, pode ser utilizada em e-commerces parceiros e já é utilizada pela Saraiva, além de já estar fechada com o Walmart, o Tudo Azul (apenas para resgate de pontos por passagens aéreas internacionais), o Tim Viagens e o E-fácil.

- Investimentos em tecnologias mobile
Segundo a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (Abcomm), o chamado m-commerce já é responsável por 20% de todas as transações online no Brasil, ou seja, duas em cada 10 pessoas usam algum dispositivo móvel para comprar pela Internet. Na Viajanet, o canal já representa 20% das vendas e 40% do tráfego do site, o que deve crescer exponencialmente daqui para frente. Mais responsividade do site e o desenvolvimento de um aplicativo estão no escopo da estratégia de atender os clientes conectados full time.

- Lançamento do pacote dinâmico de passagens e hotéis
Com esse novo serviço disponível no site, o consumidor poderá escolher a melhor data para a compra de passagens juntamente com a reserva de quartos em acomodações no destino à sua escolha. O pacote dinâmico incluirá as opções mais viáveis de hotéis, pousadas e hostels ao redor do mundo.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA