Etihad registra prejuízo de US$ 1,87 bilhão em 2016 | Aviação | PANROTAS
AVIAÇÃO

Etihad registra prejuízo de US$ 1,87 bilhão em 2016

Divulgação
A Etihad Airways divulgou uma perda líquida de US$ 1,87 bilhão no ano passado. O valor, segundo a companhia, refletiu resultados de mercado mais baixos e a fase inicial de operação de algumas aeronaves, além de cobranças de ativos e "exposições financeiras a parceiros de capital, principalmente relacionados à Alitalia e Air Berlin", empresas em que a Etihad tem participação societária. A Etihad detém 49% da companhia aérea italiana, que já recebeu propostas de 15 empresas interessadas em sua compra – entre elas a Ryanair, que anunciou uma oferta nesta semana.

No entanto, apesar do prejuízo líquido, a companhia registrou um recorde de 18,5 milhões de passageiros transportados no período, com aumento de 9% no ASK, para 113,9 bilhões. Em 2015, a companhia havia registrado um total de 17,6 milhões de passageiros.

O diretor executivo da Etihad Airways, Peter Baumgartner, ressaltou o fato de a indústria da aviação ser "caracterizada por excesso de capacidade". Outros aspectos que influenciaram o resultado financeiro da aérea, segundo ele, foram a redução do tamanho do mercado em rotas-chave e a mudança do comportamento do cliente – consequência de uma "economia global fraca que acaba por reduzir o desejo de gastar".

Para presidente do Conselho de Administração do Etihad Aviation Group, Mohamed Mubarak Fadhel Al Mazrouei, "o número de passageiros recorde em 2016 afirma o papel da Etihad como um facilitador econômico para Abu Dhabi". "Nosso negócio de companhias aéreas continua a apoiar a visão de Abu Dhabi para desenvolver o Turismo, expandir o comércio e fortalecer os links para os principais mercados regionais e internacionais", completou.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA