fechar



Plantão de Notícias
» Aviação
Publicada em 28/5/2012 17:27:00

Tire suas dúvidas sobre a fusão entre Azul e Trip

Aviação , Na home, José Mário Caprioli, David Neeleman e Renan Chieppe, presidente do conselho de administração da Trip; acima, o trio com Pedro Janot e comissários de Azul e Trip
Na home, José Mário Caprioli, David Neeleman e Renan Chieppe, presidente do conselho de administração da Trip; acima, o trio com Pedro Janot e comissários de Azul e Trip
As companhias aéreas Azul e Trip oficializaram esta tarde a criação de uma nova holding da aviação nacional: a Azul Trip S.A. Juntas, as duas empresas possuem 15% do market share doméstico, frota composta por 112 aeronaves e operam 837 voos diários, em 96 cidades. Para 2012, a previsão de faturamento da Azul Trip S.A. é de pouco mais de R$ 4 bilhões. Confira os detalhes da fusão e sane eventuais dúvidas.

Estrutura acionária
Não houve aporte ou saída de recursos, mas sim uma consolidação acionária da qual os acionistas da Trip detêm 1/3 – ou 33,33% – da nova holding e os acionistas da Azul, 2/3 – ou 66,66%. A Azul Trip S.A possui um conselho de administração presidido por David Neeleman e composto também por dez assentos – três da Trip, três para membros independentes e os demais indicados por Neeleman. José Mário Caprioli presidirá um comitê que estudará as práticas a serem adotadas pela nova empresa.

Marcas independentes ou apenas uma marca?
A Azul e a Trip encaminharam à Anac e ao Cade a solicitação de fusão e aguardam aprovação, que dificilmente sairá em 2012. Enquanto isso, as duas empresas continuam atuando de forma independente. Após a possível aprovação, a tendência é que haja uma convergência de marcas. “Não faz sentido gastar verba dobrada de propaganda para duas marcas”, comentou Caprioli.

Opção de compra da Trip pela Tam
Até janeiro, a Tam tinha exclusividade para a opção de compra de 31% da Trip. A partir de fevereiro o acordo não foi mais renovado. O acordo de code share entre as companhias, no entanto, permanece em vigor.

Relação entre Trip e Skywest
Em 2008, a Trip iniciou a venda de parte de suas ações para a norte-americana Skywest, que chegou a ter 20% de participação na aérea brasileira. As duas companhias voltaram a conversar a partir do segundo semestre do ano passado e, há uma semana, segundo Caprioli, a Trip readquiriu as ações, voltando a se tornar, portanto, uma empresa com 100% de capital nacional.

Modelos de aeronaves
A Azul Trip S.A. continuará usando apenas aeronaves dos modelos ATR e Embraer. “Será assim pelo menos até 2015”, garantiu Neeleman.

Demissões x contratações
Os diretores da holding garantem que o assunto demissão não está em pauta. Pelo contrário. “Nossa tendência é de crescimento. Queremos mais pilotos, mecânicos, agentes. Estamos descartando demissões até pela baixa taxa da tripulação a bordo”, disse Pedro Janot, presidente da Azul. “O Brasil vive um apagão de talentos. Então a gente não consegue pensar em descartar os talentos que estão nas companhias”, acrescentou Caprioli.

IPO
David Neeleman também descartou a possibilidade de IPO: “Não precisamos abrir capital atualmente, pois temos caixa suficiente para as duas empresas. Mas para o futuro é uma possibilidade”.

Alex Souza
comentários
Luiz Magalhães
Vale do Piracicaba
enviado:
31/5/2012 23:17:04
Pelo contrário... a fusão vai ser excelente ! TAM e GOL precisam de concorrência de alto nível ! AZUL e TRIP são cias mto bem administradas. Pouquissimas rotas eram feitas pelas duas. Os preços dos bilhetes são muito justos. Não cobram menos pois a carga tributária brasileira é um absurdo! Isso ninguem ve, ninguém reclama ! A verdade é uma só : guerra de preços leva as empresas à falência !
Peter Biondi
enviado:
28/5/2012 23:01:48
Eu acho estranho o CADE não ter se pronunciado pois essa fusão está sendo feita para derrubar concorrencia nas rotas regionais. Essa é uma manobra anti-concorrencia e acredito que necessita de uma investigação do CADE. Muitas cidades são servidas apenas pelas duas empresas e essa fusão eliminaria a concorrencia.
Odilon Silva
enviado:
28/5/2012 22:29:33
Lamentavelemente será aprovado e teremos mais uma vez reduzida a possibilidade de redução de preços. Infelizmente nunca vi nada ser feito para beneficiar o consumidor.
Alessandro Farias
DELTA TURISMO
enviado:
28/5/2012 17:45:09
Se o Governo analisar mais detalhadamente, poderá ver qie isso pode ser benefico no momento em que TAM e principalmente GOL passam por certas cautelas. Deveriam aprovar para que já no segundo semestre houvesse interligação de malha entre AZUL/TRIP e a possibilidade de mais conexões de/para várias cidades.

Se você quer denunciar algum comentário, clique aqui


Quiz

A corrida do Turismo

Publicidade


NOTÍCIAS MAIS LIDAS

Anuncie/Mídia Kit | Assinatura | Cadastro para Assinantes | Empresa | Fale Conosco

© 2014 PANROTAS EDITORA - Todos os direitos reservados
www.panrotas.com.br