Com aeroportos sem combustível, governo liberará estradas

|

Divulgação/ Infraero
Infraero confirma que dez de seus aeroportos pelo País estão sem combustível; Brasília completa a lista
Infraero confirma que dez de seus aeroportos pelo País estão sem combustível; Brasília completa a lista
Pelo menos 11 aeroportos do Brasil tiveram seus estoques de querosene de aviação zerados nesta sexta-feira (25). A informação foi confirmada pela Infraero, após cinco dias de manifestação dos caminhoneiros. A falta de combustível já havia causado o cancelamento de nove voos em Brasília e outros oito no Recife. Ao Portal PANROTAS, a Infraero afirmou que o reabastecimento depende da chegada das carretas e apenas as aeronaves que tiverem combustível para a próxima etapa dos seus voos estão autorizadas a pousar.

Confira a lista de aeroportos onde há restrição ou falta combustível de aviação:

  • Goiânia
  • Brasília
  • Recife
  • Vitória
  • Uberlândia (MG)
  • Carajás (PA)
  • Ilhéus (BA)
  • João Pessoa
  • Joinville (SC)
  • Juazeiro do Norte (CE)
  • Maceió
  • Palmas
  • São José dos Campos (SP)

Aeroportos com estoque reduzido:

  • Congonhas (SP)
  • Aracaju
  • Curitiba
  • Campina Grande (PB)
  • Imperatriz (MA)

LEIA TAMBÉM: PELA CRISE, ANAC RECOMENDA CONFIRMAÇÃO PRÉVIA DE VOO AOS PAXS

MEDIDA FORÇADA
Diante da falta de acordo com os manifestantes, o Governo Federal, junto ao presidente Michel Temer, optou por acionar as forças federais para liberar as estradas. Força Nacional, Polícia Rodoviária Federal e o Exército, além das polícias militares estaduais, terão autorização para agir em prol da liberação das estradas.

As vias de acesso a cinco aeroportos - Belo Horizonte, Recife, Brasília, Congonhas (SP) e Porto Alegre -, usinas termelétricas da região Norte e bases de combustível da Petrobras serão prioridade nesse momento.

Atualizada às 16h.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA