Gol lança campanha publicitária com Neymar "substituto"; vídeo

|

Leonardo Ramos
German Carmona, gerente de Marketing da Gol, apresentou a nova campanha da aérea como transportadora oficial da seleção
German Carmona, gerente de Marketing da Gol, apresentou a nova campanha da aérea como transportadora oficial da seleção
Não foi o Neymar, mas chegou perto: a Gol Linhas Aéreas lançou nesta sexta (13), na sede da CBF, no Rio de Janeiro, a sua campanha publicitária como transportadora oficial da seleção brasileira para 2018 - posto que já ocupa desde 2013.

Além de disponibilizar todos os jogos da seleção durante a Copa em seus voos através de dispositivos móveis, durante o evento a aérea confirmou a contratação do camisa 10 da equipe brasileira para ser garoto propaganda da campanha em 2018, mas como meio de poupar o jogador para a Copa, que começa em apenas dois meses, optou por utilizar "substitutos" do craque.

Leonardo Ramos
 Gabriel Lucas, dublê de Neymar, foi responsável por substitui-lo na campanha da Gol e
Gabriel Lucas, dublê de Neymar, foi responsável por substitui-lo na campanha da Gol e "dar tempo" para o craque se recuperar de contusão
"É uma proposta um tanto disruptiva, uma campanha que contrata um dos jogadores mais famosos do mundo para não utilizá-lo. Mas a ideia é mostrar com isso um dos pilares da Gol: otimizar o tempo de seu cliente", explica o gerente de Marketing da aérea, German Carmona. "Não queremos tirar o tempo de descanso e recuperação do Neymar para fazer propaganda para nós, assim como não queremos que nossos passageiros percam tempo com processos que podem ser acelerados pelas soluções que oferecemos", argumentou o executivo, elencando o self check-in como um exemplo disso.

Entre os substitutos do Neymar nas propagandas da Gol está o dublê Gabriel Lucas, de 21 anos, presente no lançamento da campanha e que aparece com destaque no vídeo de divulgação da campanha da Gol.

Confira abaixo:

LEVANDO A SELEÇÃO
Para transportar a equipe brasileira ao redor do mundo, a Gol conta com o auxílio de duas de suas parceiras: a Air France-KLM e a Delta. A primeira é responsável por todos os voos da seleção dentro da Europa e nas ligações para a Ásia, enquanto a Delta cuida do transporte na América do Norte - a Gol leva os jogadores em voos nacionais, dentro da América do Sul e para destinos que cobre nos demais continentes.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA