Gol aumenta preço da bagagem despachada pela 2ª vez no ano | Empresas | PANROTAS
EMPRESAS

Gol aumenta preço da bagagem despachada pela 2ª vez no ano

Divulgação / Paris Aéroport
A Gol elevou o preço da taxa por bagagem despachada mais uma vez neste ano. Agora, a contratação do serviço adicional de despacho de bagagem custará ao passageiro que não tiver direito ao despacho em sua tarifa R$ 60 para compra antecipada e R$ 120 quando feita no balcão de check-in. O valor para compras de última hora é, ao lado da Latam Brasil, o mais alto da aviação nacional.

Desde a última quarta-feira, a Gol iniciou a cobrança dos valores reajustados. A última vez que mudanças haviam ocorrido foi em junho passado, quando a mala despachada (até 23 quilogramas) subiu de R$ 30 para R$ 50 (novamente para tarifas que não contemplam o despacho incluso). O aumento desta semana iguala os preços da Gol aos cobrados por Avianca Brasil, Azul e Latam Brasil.

Para a contratação de última hora do serviço, feita no balcão de check-in, o valor é o mais alto da aviação nacional. Tanto Gol quanto Latam Brasil cobram R$ 120 pelo despacho da mala extra. Avianca Brasil e Azul cobram R$ 100 pelo mesmo serviço.

Sobre a decisão de aumentar os preços para as bagagens despachadas, a Gol “ressalta que este é um serviço adicional, utilizado por um menor número de clientes, e precisaram ser ajustadas para também se adequar ao custo da operação”.

Atualmente, a aérea trabalha com quatro categorias de tarifas: Light, Promo, Plus e Max. As duas primeiras, mais econômicas, não têm inclusas o despacho de malas no porão. Os passageiros são permitidos a embarcar apenas com uma mala de mão (até 10 quilogramas). A tarifa Plus permite o despacho de uma mala (até 23 quilogramas) e a Max, duas malas.

Leia a nota oficial da Gol sobre o tema:
"Como líder de mercado, a Gol busca continuamente oferecer aos seus clientes mais opções de viagens para que cada um possa escolher o que melhor se adequa ao seu perfil. Atualmente a companhia disponibiliza quatro diferentes tarifas, sendo que em duas delas o passageiro pode levar sem custos bagagem despachada, e outras duas opções, com valores mais acessíveis, para quem leva apenas uma mala de bordo, de forma gratuita, com o volume de dez quilos.

Desta forma, a Gol segue contribuindo para o crescimento do transporte aéreo no País, proporcionando mais acesso a todos os passageiros.

Especificamente sobre as franquias de bagagem, a empresa ressalta que este é um serviço adicional, utilizado por um menor número de clientes, e precisaram ser ajustadas para também se adequar ao custo da operação".

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA