EMPRESAS

Latam vai cobrar por bagagem nos voos para EUA e Israel


Divulgação/Latam
Mudança passa a valer no início de julho
Mudança passa a valer no início de julho
A Latam passará a cobrar pelas bagagens despachadas em voos da América do Sul (exceto Colômbia) para os Estados Unidos e Israel na classe econômica. O modelo de cobrança terá as categorias Promo (sem bagagem), Light (uma bagagem para Estados Unidos e nenhuma para Israel), Plus (duas bagagens para EUA e uma para Israel) e Top (com duas bagagens inclusas na tarifa para os dois destinos).

Nos trechos para os Estados Unidos a medida passa a valer para bilhetes emitidos partir de 1º de julho. No caso de Tel Aviv, em Israel, a bagagem passa a ser cobrada em 8 de julho.

Para trechos voados entre países da América do Sul e para voos de longa distância, os valores podem variar de acordo com a rota selecionada. Voos com origem e destino na Ásia e Europa, os valores variam entre US$ 55 para volumes adquiridos até seis horas antes do voo e US$ 75 se adquiridos com menos de seis horas de antecedência.

Já os passageiros com origem e destino para os Estados Unidos devem pagar entre US$ 45 para volumes adquiridos até 6 horas antes do voo e US$ 90 se comprados com menos de 6 horas de antecedência.

CODESHARE OU INTERLINE

Em primeiro momento, a venda de bagagens não está disponível com antecedência quando o bilhete é de outra companhia aérea, no caso de codeshare ou interline. Nestes casos, o passageiro deve comprar sua mala no dia da viagem, diretamente na loja da Latam do aeroporto. A companhia afirma que será respeitada a tarifa mais baixa da mala, quando a compra é feita dentro de seis horas antes da partida do voo.

Confira o posicionamento da Latam:

A franquia de bagagem da Latam Airlines Brasil para voos dentro do Brasil e internacionais está disponível de acordo com o perfil de tarifa da passagem aérea adquirida. Para trechos voados entre países da América do Sul e para voos de longa distância, os valores podem variar de acordo com a rota selecionada. Voos com origem e destino na Ásia e Europa, os valores variam entre US$ 55 para volumes adquiridos até 6 horas antes do voo e US$ 75 se adquiridos com menos de 6 horas de antecedência.

Já os passageiros com origem e destino para os Estados Unidos devem pagar entre US$ 45 para volumes adquiridos até 6 horas antes do voo e US$ 90 se comprados com menos de 6 horas de antecedência. Valores serão convertidos para real e baseados na cotação do dólar do dia da compra.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA