Gol atinge receita líquida recorde de R$ 3,1 bilhões no 2T19

|

A receita líquida da Gol aumentou 33,4% em relação ao mesmo período de 2018, e atingiu o recorde trimestral de R$ 3,1 bilhões, a maior já registrada pela companhia em um segundo trimestre. A empresa contabilizou um prejuízo líquido de R$ 120,8 milhões, ante os R$ 35,2 milhões registrados nos três primeiros meses do ano.

Divulgação/Gol
Aérea divulgou o seu balanço trimestral
Aérea divulgou o seu balanço trimestral

A margem de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) foi de 25,9% nos meses de abril, maio e junho, aumento de 9,5 pontos percentuais em relação aos mesmos meses de 2018. A projeção da Gol para margem Ebitda em 2019 é de 28%.

A Receita por Passageiro Quilômetro Transportado aumentou 11,7% totalizando 9,3 bilhões no 2T19, impulsionado pelo crescimento de 8,9% no número de passageiros transportados, enquanto o crescimento em Assento Quilometro Ofertado (ASK) foi 6,5%.

Jhonatan Soares
Paulo Kakinoff, diretor presidente da Gol
Paulo Kakinoff, diretor presidente da Gol
A companhia transportou mais de 8 milhões de clientes no trimestre, crescimento de 9% comparado com o mesmo período do ano anterior, resultando em um market share doméstico de 38%, segundo dados da Anac, no mercado doméstico brasileiro. A empresa também foi responsável por transportar 39% dos passageiros do segmento corporativo, de acordo com os dados da Abracorp.

“A forte demanda dos clientes, principalmente no mercado corporativo, aliada à nossa disciplina de capacidade, nos permitiu um resultado operacional excepcional no segundo trimestre, tradicional período de baixa temporada em viagens aéreas no Brasil”, comentou o diretor presidente da Gol, Paulo Kakinof.

“Continuamos com a expansão de capacidade sustentável, crescendo para novos mercados regionais através do aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, e para os principais destinos de viagens do Brasil nos mercados do Rio de Janeiro, Brasília, São Paulo e Salvador. Alinhado ao nosso plano de expansão internacional, iniciamos também operações para Cancún, no México, o 14º destino internacional e aonde somos a única companhia aérea com voos diretos ligando o aeroporto de Brasília”, completou o executivo.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA