EMPRESAS

Virgin Atlantic destaca produto e parceria com trade na chegada ao País

Fundada em 1984 pelo empresário Richard Branson, a Virgin Atlantic deu o pontapé inicial e realizou na manhã de hoje o primeiro evento de lançamento do voo Londres-São Paulo. O encontro, realizado no Shopping JK, na capital paulista, reuniu os executivos da companhia (de Londres e do Brasil) e algumas das principais empresas do Turismo brasileiro.


Emerson Souza
Líderes da aérea com os parceiros do trade turístico
Líderes da aérea com os parceiros do trade turístico

São Paulo, o primeiro destino sul-americano da Virgin, será operado diariamente por um Boeing 787-9 Dreamliner, uma das aeronaves mais recentes da transportadora. A Virgin será a única operadora do Dreamliner que serve a rota Londres-São Paulo.

O voo começa em 29 de março e sairá de Heathrow às 22h30, chegando em Guarulhos (Terminal 3) às 6h25. No sentido inverso, parte às 16h30, pousando em Londres às 7h55. A aeronave está configurada para 31 assentos na Upper Class (executiva), 35 Premium Economy, 36 Economy Delight e 156 Economy Class/Light.

Anunciado pela primeira vez em março, o voo Heathrow-Guarulhos, segundo a própria companhia, tem como objetivo capitalizar o rápido crescimento da economia brasileira e isso seria traduzido em alta demanda o ano todo. “A oportunidade que São Paulo representa em nosso negócio é enorme, afinal, é a nossa estreia na América do Sul”, disse o gerente de Marketing da aérea, Andrew Reekie.

Para se diferenciar de seus concorrentes, a Virgin que trará ao Brasil o know-how que possui em outros mercados e que já lhe rendeu mais de 50 prêmios em 2018. “Somos uma companhia aérea muito amada pelos nossos consumidores. Temos wifi (cobrado à parte) e mais de 300 horas de conteúdo em nosso sistema de entretenimento de bordo”, comentou Reekie.

As vendas para a nova rota começam amanhã, dia 10. A empresa não deu detalhes das tarifas que praticará, mas Reekie destacou que o produto é personalizável a gosto do cliente. "Teremos tarifas competitivas e de acordo com a necessidade do viajante. Seja viajando em classe econômica ou em executiva, a experiência que a Virgin oferece é inigualável", afirmou o gerente.

Ao todo, a companhia possui 46 aeronaves em sua frota e opera em 33 destinos. No ano passado, transportou mais de cinco milhões de passageiros.

TIME BRASIL

Com vasta experiência na aviação, Giovana Maschietto, que foi da Delta por 15 anos, será a responsável pela força de vendas da britânica no Brasil. Em seu time, ela conta com três executivos, que a auxiliarão no dia a dia comercial. "Estou há duas semana e já posso dizer que a experiência é incrível. A Virgin é uma marca que eu sempre admirei e representá-los aqui está sendo um sonho. Conto com a ajuda e a parceria de todo o trade", disse Giovana, em seu rápido discurso.

Emerson Souza
Giovana Maschietto, Lennaert Boer, Gabriela Melo e Andrew Reekie
Giovana Maschietto, Lennaert Boer, Gabriela Melo e Andrew Reekie

CODESHARE COM A GOL

A britânica também anunciou um acordo de compartilhamento de voos com a Gol. O codeshare permitirá que os passageiros reservem passagens para 37 destinos em todo o Brasil - por meio de uma conexão em São Paulo com a Virgin - como Brasília (BSB), Fortaleza (FOR), Recife (REC) e Rio de Janeiro (GIG/SDU). As duas já planejam expandir o acordo em um futuro próximo com voos para Argentina, Chile e Uruguai, assim como uma parceria entre os programas de fidelidade de cada uma delas.

Vale destacar que a Delta Air Lines possui 49% das ações da Virgin, além de uma joint venture para voos transatlânticos com a norte-americana, Air France e KLM.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA