Air Canada cancela pedido de 11 aeronaves 737 Max

|


Getty Images
Antes da paralisação do modelo, a companhia era a maior operadora do 737 Max
Antes da paralisação do modelo, a companhia era a maior operadora do 737 Max
A Air Canada cancelou o pedido de 11 aeronaves Boeing 737 Max do total de 61 que estavam previstas. Atualmente com 24 aviões do modelo, a companhia indica que seus "requisitos evoluíram" e, portanto, está alterando o planejamento de frota para melhor atender às necessidades previstas. "A Air Canada está totalmente comprometida com o Boeing 737 Max. Antes da paralisação do modelo em março de 2019, éramos os maiores operadores do 737 Max e estamos nos preparando ativamente para voltarmos a operar essas aeronaves após as aprovações de segurança", afirma em comunicado.

Além disso, ter uma pequena quantidade de um modelo de aeronave em uma grande frota como a da Air Canada é ineficiente quando se trata de custos de manutenção e tripulação. Portanto, a companhia provavelmente ainda vai adquirir outros aviões da Boeing por fazer parte do seu plano de crescimento, já que a Airbus não tem capacidade de atender toda à demanda das transportadoras. Por enquanto, a companhia canadense continua sem novos pedidos de outros modelos de aeronaves.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA