Air New Zealand encerra suas operações na Argentina

|


Divulgação

A Air New Zealand anunciou hoje, quarta-feira (23), o cancelamento definitivo de suas rotas atualmente suspensas, são elas Auckland-Buenos Aires e Los Angeles Londres. Além disso, a empresa também optou por adiar para 2021 a estreia do seu serviço sem escalas Auckland-Nova York, ante previsto para outubro deste ano.

O diretor de Redes, Estratégia e Alianças da Air New Zealand, Nick Judd, disse que a demanda por viagens internacionais está em aproximadamente 5% dos níveis anteriores a pandemia. “É profundamente decepcionante estar nesta posição. Nosso pessoal trabalhou ao longo dos anos para construir esses mercados e a empolgação foi crescente para o nosso voo sem escalas em Nova York”, disse ele.

As restrições de viagem do governo continuarão por algum tempo e é improvável que a demanda por nosso serviço de Los Angeles-Londres se recupere antes de nossa saída planejada em outubro. A Argentina tem sido um desafio desde antes da pandemia e não esperamos que este mercado se recupere rapidamente”, completou ele.

Atualmente, a Air New Zealand opera uma malha internacional reduzida até 30 de junho para manter as ligações aéreas abertas para viagens essenciais e movimentação de cargas nas principais rotas comerciais.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA