Azul operará 17 voos diários em Congonhas durante obra; veja lista

|

Com o fechamento da pista principal do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo (SP), para obras de recuperação do pavimento asfáltico, a Azul fará ajustes em sua malha entre os dias 5 de agosto e 5 de setembro. A companhia manterá suas operações na pista auxiliar do aeroporto com as aeronaves modelo ATR 72-600, que podem transportar até 70 clientes, e irá ampliar a oferta de voos diários para Belo Horizonte e Rio de Janeiro, além de criar uma nova rota: Congonhas-Curitiba. Serão 17 voos diários.

Congonhas-Santos Dumont, que hoje conta com dois voos diários, passará a sete frequências diárias, enquanto o mercado Congonhas-Belo Horizonte terá seis operações por dia frente às duas que têm sido realizadas. A rota Congonhas-Curitiba, que já foi operada pela Azul no ano passado, voltará a contar com a oferta de assentos da companhia, tendo quatro ligações diárias. Com passagens já à venda em todos os canais oficiais, os novos voos seguirão os rígidos protocolos de higiene que foram adotados pela empresa desde o início da pandemia.

“Em um planejamento integrado com a Infraero e demais autoridades aeronáuticas, reorganizamos nossa malha e estamos aumentando a oferta de assentos a partir de Congonhas. Graças à nossa frota mista, temos flexibilidade para planejar a malha e nos adaptar aos diferentes cenários de operação, mantendo os altos padrões de segurança da Azul. Com essa malha ajustada entre agosto e setembro, manteremos a assistência aos Clientes da maior cidade do país e ainda ampliaremos as possibilidades de conexão para o paulistano, um dos pilares e diferenciais da Azul”, afirmou o gerente de planejamento de malha da Azul, Vitor Silva.

Confira abaixo o detalhamento das operações da Azul em Congonhas durante as obras na pista principal.
Divulgação
Divulgação
Divulgação
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA