Gol volta a voar para Fernando de Noronha, Carajás e Cruzeiro do Sul

|

A Gol vai reabrir, em outubro, três de suas bases brasileiras -- Fernando de Noronha (PE), Carajás (PA) e Cruzeiro do Sul (AC) – que estavam sem operar desde o início da pandemia de covid-19 no Brasil, em março deste ano. E, para a nova malha aérea, a aérea anunciou 400 voos diários nacionais, vigentes entre os dias 1º e 31 de outubro.

Além das bases retomadas, serão 18 novos mercados atendidos em outubro, o que perfaz o total de 136 mercados contemplados. Em comparação com o mês de setembro, os 400 voos diários representam um aumento de 49% na oferta de operações, chegando a 95% dos destinos do período pré-pandemia.

A malha aérea irá transportar cargas de emergência, passageiros que precisam visitar familiares, profissionais de saúde que atuam no combate à covid-19 e pessoas em viagens de Turismo e trabalho.

Divulgação
A retomada da base de Carajás vem reforçar as operações da companhia no Estado do Pará e terá seis frequências semanais. O município ganha conexão com Brasília (BSB) e com o aeroporto da capital, Belém (BEL), que, por sua vez, passa a disponibilizar em outubro duas novas rotas que não existiam antes da pandemia - Marabá (MAB), no mesmo Estado, e São Luís (SLZ), na região Nordeste.

Fernando de Noronha recobra o disputado fluxo para Recife (REC) a partir do dia 10 de outubro, pela Gol, com quatro frequências semanais. Em Cruzeiro do Sul, os voos ocorrerão em quatro dias da semana com destino à Brasília, fazendo rápida escala em Rio Branco, atendendo à demanda de passageiros que precisam voar entre o interior e a capital do estado do Acre.

BRASÍLIA E CONGONHAS
Além disso, a capital federal vai ganhar outros dois destinos: Londrina (PR) e Navegantes (SC). O Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, passa a voar para cinco novos destinos em outubro - Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, Navegantes e RioGaleão. No Aeroporto internacional do Rio de Janeiro, a Gol informou que estabelecerá ligação direta com Foz do Iguaçu (PR).

NORDESTE

Em Fortaleza, a Gol informou que vai operar 19 decolagens diárias, dentre as quais estão voos sem escalas para São Paulo/Congonhas, Juazeiro do Norte e Natal. Ainda de acordo com a companhia aérea, ainda nesse mês serão retomadas as operações do centro de distribuição de voos da Gol na cidade cearense, atendendo 11 destinos nacionais e conectando a região Nordeste com demais bases no Norte, Centro-Oeste e Sudeste do Brasil.

Já em Salvador, a companhia passará a voar com até três decolagens diárias para Vitória da Conquista.
Pelo País, há outros resgates de rotas, que entram em operação em outubro: de Curitiba a Porto Alegre, na região Sul, e, no Norte, de Manaus a Porto Velho.

INTERNACIONAL AINDA SUSPENSO
Já em relação aos voos internacionais, a Gol informou que essas operações vão permanecer suspensas em outubro, "dado o dinamismo do setor e os obstáculos que podem surgir com a evolução da pandemia".
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA