Gol aposta em Salvador como seu novo hub para retomada

|


Divulgação
Em novembro, a companhia espera retomar mais de 90% da oferta de assentos pré-pandemia
Em novembro, a companhia espera retomar mais de 90% da oferta de assentos pré-pandemia
Desde o início da retomada dos voos, a Gol é a companhia aérea que mais investe no Salvador Bahia Airport. De acordo com o diretor de Planejamento de Malha da Gol, Rafael Araújo, a empresa pretende investir ainda mais na capital nos próximos meses. "Salvador é o nosso bebê hub. É o que chamamos internamente de cidade foco. A gente decidiu que o viés de conectividade ia estar muito presente aí. A gente espera que esse bebê cresça, fique forte e um dia se torne um hub de fato", revelou o executivo durante a live Aerotalks, promovida pelo aeroporto na última segunda-feira (5).

Atualmente, a companhia voa para 19 dos 20 destinos domésticos em operação do Salvador Bahia Airport. Somente em outubro, houve 75% de crescimento em relação ao mês anterior, dando continuidade a um movimento iniciado ainda no mês de julho. Em novembro, a expectativa é de retomar mais de 90% da oferta de assentos que a empresa tinha no mesmo período do ano passado.

Segundo o diretor-presidente do Salvador Bahia Airport, Julio Ribas, o terminal está pronto para comportar esses aumentos significativos de demanda, não somente por conta dos protocolos de biossegurança estabelecidos, mas também devido ao legado das obras de renovação e ampliação. "A gente tem o novo píer, novas pontes de embarque. Mas não é só isso. A equação é muito mais complexa. Você precisa de espaço de pátio de estacionamento, de manobra. Tudo isso foi ampliado enormemente. É algo que o passageiro não vê, mas é o que permite que a gente receba esse aumento de demanda", ressaltou.

Além das medidas sanitárias estabelecidas em conjunto com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o Aeroporto de Salvador deve ter novidades em breve para mostrar ao consumidor que é seguro voar. Um exemplo é o projeto de check-in biométrico, que permitirá que o passageiro embarque apenas por biometria facial, ou seja, através de uma "selfie" que comprove sua identidade.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA