Covid-19: Alitalia é escolhida para teste em iniciativa da União Europeia

|

Divulgação/Alitalia
De 17 a 31 de janeiro, a Alitalia foi escolhida como a empresa-teste de uma iniciativa da União Europeia destinada a promover a utilização de Formulários Digitais de Localização, criados para automatizar o processo de rastreamento da localização de passageiros de voos comerciais.

Nas duas semanas do teste, os passageiros que viajaram entre Roma e Paris e entre Roma e Frankfurt consentiram, através do preenchimento do formulário on-line, que as autoridades de saúde monitorassem seus movimentos quando necessário, a fim de facilitar alertas rápidos no caso de passageiros com diagnóstico positivo para o coronavírus. Cerca de 50% dos passageiros aderiram ao teste, concordando em fornecer seus dados de contato para o estudo.

A iniciativa faz parte da ação conjunta da UE Healthy Gateways e da Direção Geral da União Europeia para a Saúde e Segurança Alimentar, Mobilidade e Transporte, em colaboração com a EASA, a Agência Europeia para a Segurança da Aviação. O Ministério da Saúde italiano coordenou a realização do projeto na Itália.

Depois de ser a primeira companhia aérea do mundo a operar voos totalmente covid-free, ou seja, voos apenas com passageiros que apresentam comprovação de teste negativo para o coronavírus, a Alitalia disse em comunicado que "reforça o seu comprometimento com iniciativas para combater a propagação da pandemia da covid-19, sempre colaborando com todos os projetos da União Europeia que visam aprimorar a eficiência de protocolos de biossegurança para viagens aéreas".

Ontem, a companhia anunciou que retomará os voos entre o Brasil e a Itália somente em junho de 2021.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA