Azul anuncia novas operações em 8 destinos no Rio Grande do Sul

|

Divulgação
O início das operações da Azul que conectarão a capital gaúcha Porto Alegre às cidades de Canela, Vacaria, São Borja, Erechim, Bagé, Santa Cruz do Sul, Santa Rosa e Alegrete já tem data marcada: 1° de agosto. Clientes interessados em voarem para as novas rotas já podem adquirir suas passagens aéreas pelos canais oficiais da companhia.

Para oficializar e celebrar a expansão da operação no interior do Rio Grande do Sul, o presidente da Azul, John Rodgerson, esteve, nesta quinta-feira (1), com representantes da bancada do Estado e do governo federal em Brasília. Executivos da companhia também participam, nesta tarde, de evento on-line com o governo e autoridades estaduais, além dos prefeitos das cidades gaúchas atendidas.

"Continuamos caminhando em busca de uma das nossas principais metas: chegarmos a 200 cidades atendidas pela Azul no Brasil. Essa nova operação, que conectará os gaúchos do interior a todo o Brasil em voos da Azul e da Azul Conecta, é extremamente importante para alcançarmos esse objetivo que, para nós, não é apenas um número, mas oportunidades de gerar negócios e desenvolver o Turismo", afirmou Rodgerson.

Com as cidades que serão conectadas à malha da Azul, o Rio Grande do Sul passará a ter 15 destinos servidos pela companhia. Todos os voos terão ligação com a capital Porto Alegre e serão cumpridos com as aeronaves Cessna Grand Caravan, de nove assentos, da Azul Conecta, empresa sub-regional da Azul. A inclusão das novas operações fará com que a Azul tenha, em média, 54 decolagens diárias a partir do Estado, sendo 12 delas realizadas pela Azul Conecta.

Canela contará com um voo diário para Porto Alegre, enquanto Erechim, Santa Rosa, Santa Cruz do Sul, Bagé e São Borja receberão quatro operações semanais. Neste início das ligações com a capital gaúcha, Vacaria e Alegrete – que substituirá as operações inicialmente anunciadas para Santana do Livramento - terão a opção do modal aéreo três vezes por semana.

Confira abaixo.
Divulgação
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA