Aerolíneas Argentinas retomará 100% da oferta no Brasil em julho

|

A Aerolíneas Argentinas vem retomando fortemente suas operações e ofertas de voos. De acordo com o diretor de Vendas, Planejamento e Gestão de Rotas da companhia, Fabián Lombardo, que subiu ao palco do Fórum PANROTAS nesta terça-feira (21), a aérea recuperou, até o mês de maio, 92% do número de passageiros dos níveis pré-pandemia (2019). A partir de julho, este indicador chegará a 100%.

PANROTAS/Gute Garbelotto
Fabian Lombardo, da Aerolíneas Argentinas
Fabian Lombardo, da Aerolíneas Argentinas
“Recuperamos todos os nossos destinos, sendo 37 na Argentina – o que representa uma opção a mais do que era ofertado antes da covid-19. São 77 rotas, com 43 delas não precisando passar pelo hub de Buenos Aires. É um orgulho para nós ter todas estas operações”, afirmou Lombardo.

INTERNACIONAL
Ao falar dos serviços internacionais, o executivo contou que a recuperação chegou, até o momento, a 58% da oferta pré-pandemia. Em julho, será 67%. São 21 destinos atendidos, com um a mais também (Havana, em Cuba) do que antes da crise.

Em relação ao Brasil, a Aerolíneas Argentinas retomará, em julho, 100% da oferta, com 74 voos semanais e 109 mil assentos. Os voos, sempre com destino ao aeroporto Aeroparque, partem de São Paulo, Rio de Janeiro, Salvador, Florianópolis, Porto Alegre, Curitiba e Brasília.

“Acreditamos muito no potencial do Brasil, queremos dar muita oferta aos brasileiros, por isso que em julho vamos recuperar 100% dos nossos assentos. O Brasil é estratégico para a Aerolíneas e para a Argentina”, finaliza Fabián Lombardo.

A apresentação também contou com o anúncio da parceria com a Gol para oferecer uma “ponte aérea” entre São Paulo (Guarulhos) e Buenos Aires. A partir de agosto, serão oito voos diários e diretos na rota.
Esta empresa apoia o Fórum PANROTAS 2022
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA