Cathay Pacific recebe primeiro Airbus A350-1000

|

Divulgação/ Airbus
A aeronave de longa distância terá seu voo inaugural para Washigton DC em setembro
A aeronave de longa distância terá seu voo inaugural para Washigton DC em setembro
A Cathay Pacific recebeu o mais novo membro de sua frota, o Airbus A350-1000, que fará voos de Hong-Kong para Washigton DC sem escalas. Impulsionado pelos motores Rolls-Royce Trent XWB-97 de última geração, o A350-1000 possui capacidade de carga considerável, e por usar biocombustível, a companhia consegue transportar ainda mais passageiros usando 20% menos querosene.

A nova aquisição comporta até 334 passageiros no total, um acréscimo de 54 assentos em comparação com a aeronave anterior, o A350-900. São 256 lugares reservados à classe Economy, 32 à Premium Economy e 46 à Business. As cabines são 50% mais silenciosas em níveis percebidos de ruído externo e a pressão de cabine mais alta fornece mais oxigênio, reduzindo a fadiga dos viajantes.

Das 20 aeronaves encomendadas, oito delas serão entregues ainda este ano, com o restante previsto para 2021. Os modelos atuais serão transportadas da sede da empresa em Toulouse, na França, até Hong-Kong, usando uma mistura de combustível alternativo. Além desta rota, o modelo também servirá em Madri, Tel Aviv, Amsterdã, Manchester e Zurique a partir do próximo inverno.

Segundo o diretor Comercial da Cathay Pacific, Paul Loo, a aquisição deste modelo permitiu expandir a rede de longa distância da companhia a uma taxa quase sem precedentes. "Agora é possível proporcionar uma gama mais ampla de opções de viagem sem escalas aos nossos clientes, enquanto, ao mesmo tempo, fortalecemos Hong Kong", explicou o executivo.

Em apenas dois anos, a Cathay Pacific abriu rotas para uma série de destinos atendidos pela frota do A350, incluindo Barcelona, Bruxelas, Christchurch, Copenhague, Londres, Gatwick, Tel Aviv e, mais recentemente, Dublin. Um novo serviço A350-900 para a Cidade do Cabo também será lançado em novembro.

Biocombustível
Além das 22 aeronaves A350-900 já em operação da Cathay Pacific, todos os 20 modelos A350-1000 usarão uma mistura de combustível alternativo para se locomover. Em comparação com o combustível para jatos tradicional, o biocombustível sustentável pode reduzir as emissões de gases do efeito estufa no ciclo de vida em até 80%.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA