Oferta de voos cai 91,6% e demanda diminui 96% em abril

|

Filip Calixto
Quadro da aviação do Brasil em abril é de aeronaves estacionadas
Quadro da aviação do Brasil em abril é de aeronaves estacionadas
Dados mensurados pela Anac durante o mês de abril mostram o tamanho do impacto da pandemia do novo coronavírus na aviação. A análise mostra que a demanda doméstica, medida em passageiros quilômetros pagos (RPK), teve redução de 93,1%, na comparação com abril de 2019. A redução na procura traduz a implementação da chamada Malha Aérea Essencial que reduziu em 91,6% a oferta de voos no país. Malha essa que deve ter uma pequena melhora em junho, mas que só deve ver mudanças mais robustas em julho e agosto.

Nesse cenário, o número de passageiros transportados em abril ficou abaixo dos 400 mil, numa queda de 94% em relação a abril de 2019. Entre as três companhias em atuação no panorama nacional, a Gol é quem ainda tema maior atuação, com 37,2% da participação nos voos do período. A Azul tem 36,7% de participação e a Latam 25,8%.

Confira os números resumidos no quadro a seguir.
Divulgação
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA