Aviação segue recuperação, mas ainda bem abaixo de 2019

|

Hoje (18), a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) divulgou os dados da aviação brasileira no mês de agosto. Os números registrados apontam que o setor segue crescendo desde maio, mas o acumulado do ano segue registrando queda, já que as companhias aéreas ainda estão em um movimento de retomada de suas operações.

A Anac realizou a análise comparando o aproveitamento dos últimos meses, ou seja, a relação entre o ASK (disponibilidade de assentos por quilômetro) e o RPK (receita por passageiro por quilômetro). Basicamente, uma relação entre oferta e demanda. Em agosto, o aproveitamento foi de 75,8%; sucedendo os meses de julho (75,1%), junho (74,6%), maio (70,7%) e abril (65,4%).

Já a comparação entre o último mês e agosto de 2019, mostra como a situação ainda é muito complicada. Em agosto de 2020, no mercado doméstico, foram transportados 2.198.252 passageiros, queda de 72,1% ano a ano. A demanda por voos (-67,5%), a oferta de assentos (-64,6%) e a ocupação das aeronaves (-8%) também registraram quedas na aviação doméstica comparados a agosto do ano passado.

No mercado internacional, as quedas ano a ano são maiores: a demanda por voos caiu 92,1% e a oferta de assentos caiu 82,2% em agosto comparando com o mesmo período de 2019.

Para mais dados, confira a análise completa da Anac.

Emerson Souza


 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA