Filip Calixto   |   09/06/2020 12:04   |   Atualizada em 09/06/2020 12:05

Triple M desenvolve soluções de biossegurança para o Turismo

Serviço da LogPax é pensado sob medida para empresas do Turismo na retomada do setor.

Proposta da LogPax é oferecer aos atrativos turísticos o serviço de desinfecção com sanitização do ambiente
Proposta da LogPax é oferecer aos atrativos turísticos o serviço de desinfecção com sanitização do ambiente
Prevendo uma nova realidade em equipamentos turísticos no pós-pandemia, a carioca LogPax, do Grupo Triple M, desenvolveu um conjunto de soluções de biossegurança contra o coronavírus e outros vírus e bactérias para empresas do setor. O serviço é pensado sob medida para a reabertura dos atrativos turísticos, hotéis, centros de convenções, restaurantes e museus.

A proposta da LogPax é oferecer aos atrativos turísticos o serviço de desinfecção com sanitização do ambiente. O procedimento químico, segundo a empresa, tem eficiência de 99,8% no resultado e destrói a maioria dos micro-organismos patogênicos, além de inativar vírus e bactérias em superfícies rígidas.

O processo inclui ainda a emissão de um selo digital, em que qualquer cliente poderá acessar via QR Code, e certificação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

"Diante do atual cenário em que estamos vivendo, decidimos incorporar aos nossos serviços algo que se tornará essencial, principalmente, em um local turístico como é o caso do estado do Rio de Janeiro. Não há como negar que a retomada do Turismo pós-covid-19 terá de passar pela recuperação da confiança do viajante de que poderá visitar um país ou uma cidade com segurança. E estamos aqui para auxiliarmos neste processo", afirma o sócio da LogPax, Marcelo Martins.

Tópicos relacionados