OMT divulga novas diretrizes para a recuperação do Turismo

|


Domínio Público
O Turismo internacional deve gerar uma perda de até US$ 1,2 trilhão à economia em 2020
O Turismo internacional deve gerar uma perda de até US$ 1,2 trilhão à economia em 2020
De acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT), o Turismo internacional pode cair entre 60% e 80% em 2020, dependendo das restrições de viagem dos países. Isso coloca em risco cerca de 120 milhões de empregos e gera uma perda de US$ 910 bilhões a US$ 1,2 trilhão à economia. Para ajudar o setor a se recuperar, a agência especializada da ONU divulgou um conjunto de diretrizes que visam restaurar a confiança da população e investir em inovação.

"Essas diretrizes fornecem aos governos e às empresas uma série de medidas destinadas a ajudá-los a reabrir o Turismo de maneira segura e responsável. Elas são resultado da cooperação e dos conhecimentos dos setores público e privado, além de diversas agências da ONU", afirmou o secretário-geral da OMT, Zurab Pololikashvili.

As diretrizes destacam a importância de restaurar a confiança dos viajantes por meio de protocolos de segurança e proteção, que incluem verificação de temperatura, distanciamento físico, limpeza aprimorada, fornecimento de kits de higiene e testes para a covid-19.

Além disso, a OMT firmou uma parceria com o Google para promover a transformação digital do setor, especialmente o aprendizado virtual. "Estamos entusiasmados para trabalhar com o Google. As últimas semanas nos mostraram o papel da tecnologia em nossas vidas e, ao promover a transformação digital do Turismo, o setor ficará mais resiliente e criará oportunidades para pessoas de todo o mundo", ressaltou Pololikashvili.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA