SP cria plataforma para disseminar boas práticas no Turismo

|

Emerson Souza
O secretário de Turismo de São Paulo, Vinicius Lummertz
O secretário de Turismo de São Paulo, Vinicius Lummertz
Como parte do esforço para retomada do Turismo após o impacto da covid-19, a Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, em parceria com a FIA (Fundação Instituto de Administração), formada por professores da USP (Universidade de São Paulo), criou uma plataforma para disseminar boas práticas, dados econômicos, campanhas e linhas de crédito, dentre outras ações para o setor. Chamada de Mutirão do Turismo, a iniciativa foi apresentada pelo secretário Vinicius Lummertz durante uma conferência online com mais de 180 participantes, entre prefeitos e secretários municiais de todo o Estado.

Na reunião também foi definida uma agenda de videoconferências com as 70 estâncias e os 140 MITs (municípios de interesse turístico) para tratar da mobilização para as medidas de enfrentamento e diminuição dos efeitos da covid-19.

As ações iniciais estão reunidas no site do Mutirão do Turismo, que está dividido em temas. A seção de boas práticas, por exemplo, mostra iniciativas em áreas diversas, como nos segmentos de alimentação e hotéis, doações e incentivos ao pequeno comércio. São ideias inspiradoras que podem ser compartilhadas e ajudar a amenizar as dificuldades deste momento.

A plataforma também dá acesso ao Programa de Crédito Turístico, criado pela Secretaria de Turismo com a Desenvolve SP para viabilizar linhas de financiamento em condições especiais oferecidas por instituições parceiras: Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Banco do Povo e BNDES. Desde 17 de março, o programa já recebeu mais de 1,8 mil pedidos de recursos, sendo 97% deles para capital de giro. "Esse fôlego é importante em um cenário como o atual. Como mais da metade dos pedidos são de pequenas e médias, em algum momento esta ajuda chegará aos que ficaram sem reservas para enfrentar a crise", comenta Lummertz.

O site da ação também publica as edições diárias dos boletins do CIET (Centro de Inteligência da Economia do Turismo), produzidos desde março para monitorar a evolução do novo coronavírus e seus efeitos no segmento. Os boletins trazem informações gerais, dados econômicos, estudos e as recomendações das instituições de maior credibilidade sobre o assunto no país e no mundo.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA