Destinos europeus se mostram aptos à temporada de verão

|


Flickr/rennie413
Reykjavik, na Islândia, que teve apenas três casos de covid-19 registrados em maio
Reykjavik, na Islândia, que teve apenas três casos de covid-19 registrados em maio
Alguns destinos europeus, entre eles Islândia e Algarve, em Portugal, estão se preparando para receber os viajantes ainda no verão deste ano. O país nórdico, que detectou apenas três casos de covid-19 no mês de maio, suspenderá a quarentena e o fechamento do Aeroporto Internacional de Keflavík a partir do dia 15 de junho.
Para o ministro do Turismo da Islândia, Thordis Kolbrun Reykfjord Gylfadottir, "a estratégia do país de testar, rastrear e isolar em larga escala se mostrou eficaz até agora. Queremos aproveitar essa experiência de criar um lugar seguro para quem deseja uma mudança de cenário depois do que foi uma primavera difícil para todos nós".

Em Portugal, o Turismo de Algarve anunciou que a cidade está aberta para os turistas neste verão, uma vez que a região é uma das menos afetadas do país. "Portugal rapidamente adotou medidas preventivas e testes extensivos para mitigar a propagação da pandemia. Estamos em condições de planejar cuidadosamente uma reabertura gradual de sua atividade econômica e social", comentou o presidente do Turismo de Algarve, João Fernandes.

No Aeroporto Internacional de Faro, os visitantes terão a temperatura checada, e serão impostos procedimentos como higienização das mãos, uso de máscaras e medidas de distanciamento social em terminais no balcões de atendimento. Fernandes ainda acrescentou que "a prioridade agora é garantir aos visitantes, trabalhadores e residentes que a segurança deles é nossa primeira preocupação. Nesse sentido, o Algarve está muito bem preparado".

Praias, campos de golfe, restaurantes e empresas de aluguel de carros também terão uma reabertura gradual, seguindo os protocolos de higiene e com capacidade limitada.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA