Artur Luiz Andrade   |   20/07/2020 12:31
Atualizada em 20/07/2020 12:48

Conheça 18 novos museus ao redor do mundo

Temas vão do cachorro à arte digital e quatro deles estão em Nova York

O estudo da TEA/AECOM sobre os museus mais visitados do mundo em 2019, também trouxe uma lista de novos espaços abertos no ano passado. Segundo o levantamento, os novos museus já apresentam novas tendências, fugindo de modelos tradicionais tanto nas exibições quanto na relação com o público.

Uso do poder da marca do museu em mais de uma localidade ou experiência, experiências culturais integradas aos museus, colaboração entre os maiores museus do planeta e uso crescente da tecnologia digital são algumas dessas tendências.

AMÉRICA DO NORTE
1 - Statue of Liberty Museum, Nova York
O museu de US$ 70 milhões foi aberto em maio de 2019 e conta a história da Estátua da Liberdade. Entre os objetos expostos está a tocha original, que foi substituída em 1984.

2 - The Shed, New York City
Aberto em abril do ano passado, o The Shed tem duas galerias com exposições temporárias, um teatro para 500 pessoas e uma sala de concertos.
Reprodução site The Shed
The Shed
The Shed
3 - American Kennel Club Museum of the Dog, Nova York

Depois de 32 anos em St. Louis, o Museu do Cachorro voltou para Nova York em fevereiro do ano passado. Além de trazer arte relacionada aos animais mais queridos dos humanos (desculpem cat lovers), o museu permite que os visitantes descubram qual a raça de cães que mais combina com eles.

4 - National Children’s Museum, Washington, D.C.
Foi aberto em novembro do ano passado, e inclui exposições de ciências, estações interativas, uma máquina dos sonhos (Dream Machine) e uma instalação de realidade aumentada com Bob Esponja, criada pela Nickelodeon.

5 - Mascot Hall of Fame, Whiting, Indiana
Aberto em abril de 2019, conta a história dos mascotes e permite que os visitantes desenhem seus próprios mascotes.

6 - Norton Museum of Art, West Palm Beach, Flórida
Não se trata de um novo museu, mas de uma renovação e expansão que custou US$100 milhões. A reabertura foi em fevereiro de 2019.

7 - Poster House, Nova York
Primeiro museu nos Estados Unidos dedicado aos pôsteres, abriu em junho de 2019.

ÁSIA
8 - Snoopy Museum Tokyo, Tóquio, Japão
O Snoopy Museum Tokyo reabriu em dezembro de 2019 como uma filial expandida em um novo local, em Machida, Tóquio. Substitui o antigo museu localizado em Roppongi e é uma filial oficial do Charles M. Schultz Museum. Ganhou o PEANUTS Café, uma loja, uma biblioteca, exposições especiais e um workshop para se fazer bichinhos de pelúcia.
Reprodução Themed Entertainment Association/AECOM
9 - teamLab Borderless Shanghai, Xangai, China

Em novembro passado, o coletivo de arte teamLab lançou o teamLab Borderless Shanghai, seu segundo museu de arte digital, proporcionando interatividade imersiva aos visitantes. O novo museu digital segue o sucesso do MORI Building Digital Art Museum: teamLab Borderless, que abriu em Tóquio em 2019 e recebeu, no ano passado, o TEA Thea Award. O teamLab tem forte presença na Ásia, com unidades no Japão, Cingapura, China e Taiwan, e planos de abertura na Europa, América do Norte e Austrália.

Reprodução Themed Entertainment Association/AECOM
10 - National Maritime Museum of China, Tianjin, China

Abriu em maio de 2019, no norte da China. Projetado pela empresa australiana Cox Architecture, é dividido em áreas dedicadas a um diferente aspecto da herança marítima chinesa, como natureza e oceano, civilização marítima mundial, navios históricos e a cultura marinha chinesa.

11 - West Bund Museum, Xangai, China
O novo West Bund Museum em Xangai e o Centre Pompidou, em Paris, firmaram um acordo de cinco anos, de 2019 a 2024, que inclui exposições em conjunto, com seleções de obras da Europa e da China. O museu foi aberto oficialmente em novembro de 2019 e foi projetado pelo arquiteto britânico David Chipperfield. Fica na Museum Mile ao longo do rio Huangpu, no distrito de Xuhui.

12 - K11 Musea, Tsin Sha Tsui, Hong Kong
Aberto em dezembro de 2019, o K11 Musea é um dos âncoras do projeto de recuperação de dez anos da região de Victoria Dockside, em Kowloon, Hong Kong. Inclui 250 lojas, 70 restaurantes de culinária de todo o mundo, 40 instalações de artistas e diversos programas educativos. A marca K11 desenvolveu uma experiência que mistura cultura e compras, com foco nos millennials.

EUROPA, ORIENTE MÉDIO, ÁFRICA (EMEA)
13 - Petra Museum, Wadi Musa, Jordânia
Aberto em abril do ano passado, fica perto da entrada do Parque Arqueológico de Petra e tem oito galerias, destacando as vidas de habitantes antigos locais e educando os visitantes sobre a importância da herança cultural e sua conservação.

14 - MUZA, The Malta National Skirama Kronplatz Community Art Museum, Valletta, Malta
Abriu no final de 2018 e tem uma coleção de mais de 20 mil obras europeias. Combina as obras com apresentações audiovisuais, para que os visitantes aprendam sobre a vida dos artistas e suas inspirações.

15 - Muzeum Susch, Susch, Suíça
Esse novo museu de arte contemporânea está localizado nos Alpes Suíços e foi construído em um monastério e cervejaria do século 12, com galerias escavadas nas montanhas. Foi fundado pelo bilionário polonês Grazyna Kulczyk e se propõe a exibir obras de mulheres e artistas pouco representados.

16 - National Museum of Qatar, Doha, Catar
Aberto em março de 2019, substitui o Qatar National Museum. Sua arquitetura, assinada por Jean Nouvel, foi inspirada no cristal rosa do deserto e projetada em volta do palácio do sheik Abdullah
bin Jassim Al Thani. Tem diversas telas para projeções em vídeo e dioramas. Aborda a história e a cultura do Catar.
Reprodução Themed Entertainment Association/AECOM
17 - Museum of Black Civilisations, Dakar, Senegal

Aberto no final de 2018, o museu mostra as contribuições culturais e científicas da África. Tem uma galeria ainda não utilizada para exibir obras de arte africanas repatriadas no futuro.

18 - Lumen Museum of Mountain Photography, Mareo, Tyrol, Itália
Aberto no final de 2018, é dedicado à fotografia de montanhas. Está localizado no Monte Klonplatz, nos Alpes Italianos, mais de 2 mil metros acima do nível do mar.
Reprodução Themed Entertainment Association/AECOM
ACESSO O RELATÓRIO DA TEA/AECOM SOBRE PARQUES TEMÁTICOS, AQUÁTICOS E MUSEUS

Tópicos relacionados