França e Mônaco visam aumento de brasileiros em mercado Mice

|

Felipe Lima
Atout France e Visit Monaco apresentam destinos e sedes para eventos corporativos: Larissa Carvalho (Visit Monaco) entre Tatiana Angelini e Caroline Putnoki (ambas da Atout France)
Atout France e Visit Monaco apresentam destinos e sedes para eventos corporativos: Larissa Carvalho (Visit Monaco) entre Tatiana Angelini e Caroline Putnoki (ambas da Atout France)
A fim de desenvolver as viagens de negócios na França e em Mônaco, principalmente pelos brasileiros, a Atout France e o Visit Monaco promoveram um jantar com agentes e operadores do nicho em São Paulo, para apresentar as opções de sedes para eventos e congressos. O encontro aconteceu no Esther Rooftop, do chef Olivier Anquier.

“Percebemos que os países vizinhos contam com uma demanda significativa de brasileiros quando o assunto é viagem de negócio, como em Portugal. Então notamos que se trata de algo que não acontece na França por conta das poucas apostas que foram feitas até hoje no País. Queremos proporcionar essa experiência aos brasileiros e ver que eles podem se tornar um mercado emissor importante no segmento corporativo”, afirma a diretora da América do Sul da Atout France, Caroline Putnoki.

Ainda de acordo com a executiva, a viagem de negócios representa 25% do faturamento total para o Turismo da França, representando um movimento de 7,5 bilhões de euros por ano. A Europa é o principal mercado emissor, seguido por Estados Unidos. Já o Brasil é considerado muito pequeno, quase inexistente. No entanto, as expectativas já são otimistas e se estima um crescimento, principalmente após as eleições deste ano.

“Por isso estamos promovendo este evento. E quando se trata de negócios, de Mice, de congressos, de viagens de incentivo, é necessário pensar que são planejamentos que precisam de um ano, portanto, estamos pensando em resultado lá para 2020. Faremos isso por meio de eventos como este além de famturs que já estão sendo programados: um em março e outro para o segundo semestre”, adianta Caroline.

Mônaco deve seguir os mesmos passos junto com a França, graças à parceria que começou oficialmente neste semestre. “A gente sempre tem uma expectativa de crescimento. Um grupo que a gente receba, já nos faz uma diferença significativa”, comenta a representante de Mônaco para Mice, Larissa Carvalho.

Confira no álbum fotos de alguns dos participantes:
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA