PARQUES TEMÁTICOS

Halloween: tudo sobre a noite de terror do Busch Gardens

Leonardo Ramos
Halloween do Busch Gardens começou no final de setembro
Halloween do Busch Gardens começou no final de setembro

ORLANDO -
Se a Universal Orlando Resort tem feito sucesso neste ano com o evento de Halloween, principalmente após a estreia da casa temática do Stranger Things, o Sea World Parks não tem ficado nada para trás: mais uma temporada da noite de terror acontece no Busch Gardens, onde seis casas de terror foram elaboradas para assustar os visitantes – e se depender das multidões que tem estado nas filas delas neste mês de outubro, o trabalho do parque tem sido bem-sucedido.

Os temas são muitos, todos sob o nome oficial da edição deste ano: Nowhere to Hide (Não há onde se esconder, em português). As casas vão desde um hospital para pessoas com visões e conexões com o paranormal, uma casa de bruxas, outra de vudus e até um motel mal-assombrado – a melhor delas segundo avaliação da PANROTAS, que esteve entre os convidados para conhecer as novidades do parque.

Mas o Halloween do Busch Gardens começa muito antes de suas casas de terror, e oferece uma noite completa. Confira na análise abaixo:

Leonardo Ramos
A Motel Hell, casa mal-assombrada eleita a mais assustadora pela PANROTAS
A Motel Hell, casa mal-assombrada eleita a mais assustadora pela PANROTAS

PARQUE MAL-ASSOMBRADO

Não são só as casas mal-assombradas que estão preparadas para assustar os visitantes do Halloween do Busch Gardens. Todo espaço do empreendimento de Tampa Bay recebe uma decoração totalmente nova do dia para a noite para o evento – os visitantes que já estão no parque e querem ficar para o evento devem sair do local e entrar novamente a partir das 18h, já que é necessário adquirir uma entrada extra, que parte de US$ 39.

Leonardo Ramos
Atores fantasiados e com maquiagens de palhaços, zumbis e muito mais circulam pelo parque assustando os transeuntes
Atores fantasiados e com maquiagens de palhaços, zumbis e muito mais circulam pelo parque assustando os transeuntes

A nova iluminação do parque, bem escura e predominantemente roxa, junta-se à fumaça branca e projeções de imagens fantasmagóricas para dar uma nova cara ao ambiente. Mas o principal são os vários personagens de histórias mal-assombradas fantasiados que circulam nas partes mais escuras do parque dando sustos nos transeuntes.

Cinco áreas de terror concentram a maior parte deles, e um mapa criado especialmente para o Halloween do parque mostra cada uma delas.

Alguns dos personagens até interagem com visitantes nos brinquedos do parque – o Crash Test Clowns, o clássico carrinho bate-bate, é um exemplo.

Leonardo Ramos
 Crash Test Clowns, brinquedo onde os
Crash Test Clowns, brinquedo onde os "montros" interagem com os visitantes

SHOW DE DANÇA E HUMOR NEGRO

Para quem gosta de espetáculos, uma opção é o show de terror que acontece em todas as noites de Halloween do Busch Gardens, às 20h30. Trata-se de um espetáculo em que o protagonista é o Frankenstein, e os demais personagens são convidados para seu aniversário – lobisomem, vampiros, múmias...

Mas neste caso o objetivo não é assustar, mas sim se divertir: a ideia do show é ser uma apresentação de humor negro, além de contar com coreografias de dança realizadas pelos monstros.

Leonardo Ramos
Um show de dança e de humor acontece todas as noites no Halloween; os personagens são monstros famosos: vampiros, lobisomens, múmias, e até o Frankestein (foto), o protagonista
Um show de dança e de humor acontece todas as noites no Halloween; os personagens são monstros famosos: vampiros, lobisomens, múmias, e até o Frankestein (foto), o protagonista

A entrada não demanda nenhum pagamento extra, mas a dica é chegar cedo para conseguir um bom lugar no espetáculo – a apresentação acontece em um teatro próximo à Sheikra, uma das montanhas-russas do parque.


E, ENFIM, AS CASAS...
Leonardo Ramos
Insomnia, um tipo de hospital psiquiátrico para pessoas possuídas por seres sobrenaturais, é uma das novas casas para a temporada, e merece destaque pelos detalhes
Insomnia, um tipo de hospital psiquiátrico para pessoas possuídas por seres sobrenaturais, é uma das novas casas para a temporada, e merece destaque pelos detalhes


São seis casas no total. Duas delas são novas, estreantes da temporada: a Insomnia, uma espécie de hospital psiquiátrico mal-assombrado, onde os personagens parecem estar possuídos por seres sobrenaturais; e a Simon’s Slaughterhouse, onde Simon comanda jogos mortais dentro da casa – é a única onde há uma idade mínima, de 17 anos, devido aos detalhes fortes e explícitos, como membros do corpo arrancados e muito sangue.

As demais retornam de outras temporadas. A The Black Spot, com piratas assassinos; a Death Water Bayou, onde uma feiticeira de vudu utiliza magia negra para assustar quem entra na casa; a Motel Hell, um motel mal-assombrado no meio do deserto; e ainda a Unearthed, apresentada como uma casa de terror centenária descoberta durante obras no parque, onde um espírito morto no local busca vingança.

A verdade, porém, é que não importa qual seja a casa, a ideia é que os visitantes passem de cômodo em cômodo levando sustos dos diversos personagens, com fantasias e maquiagens extremamente reais e escondidos onde menos se espera – até dá para tentar adivinhar de onde eles virão, mas o susto é inevitável, já que as aparições são acompanhadas muitas vezes de gritos de pessoas possuídas, o barulho de serras elétricas ou os sons de membros sendo arrancados de corpos.

Leonardo Ramos
A Simon's Slaughter House também foi inaugurada neste ano; lá o que se sobressai são os detalhes explícitos de cenas sangrentas
A Simon's Slaughter House também foi inaugurada neste ano; lá o que se sobressai são os detalhes explícitos de cenas sangrentas

E a ambientação das casas, embora não tenham a temática de séries famosas como as da Universal (Stranger Things e The Walking Dead são bons exemplos), tem um detalhamento impecável, com efeitos especiais de iluminação que ajudam na sensação de protagonizar um filme de terror.

Destaques para o belo trabalho feito no hospital mal-assombrado, onde os quartos e corredores parecem cena pós-apocalipse e os personagens são tão reais que parecem possuídos por forças sobrenaturais; e para o motel, onde as portas e janelas de onde “monstros” podem vir são incontáveis, e repletas de armadilhas – lá aconteceram os melhores sustos da noite.

Uma dica é tentar ficar um pouco longe dos visitantes na sua frente, para que você não veja todos os personagens de terror aparecendo para eles antes de você chegar

O Portal PANROTAS viajou a convite da Sea World Parks

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA

As mais lidas agora