Crivella se diz injustiçado e pede apoio da Uber ao carnaval | Turismo | PANROTAS
TURISMO

Crivella se diz injustiçado e pede apoio da Uber ao carnaval

Netto Moreira
O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (foto), foi uma das autoridades presentes ontem na entrega dos reconhecimentos da primeira edição do Prêmio Nacional do Turismo. Na ocasião, o político disse ao Portal PANROTAS que está sendo injustiçado quando o acusam de não apoiar o carnaval da cidade.

Segundo ele o repasse do subsídio às escolas de samba sempre foi de R$ 1 milhão, com exceção dos anos de 2015 e 2016 e, por conta da crise econômica e nos ajustes do orçamento da prefeitura, não foi possível aumentar esse valor.

Em relação à retirada do patrocínio da Uber, responsável por repassar R$ 500 mil para as escolas do grupo especial e investir outros R$ 2,5 milhões na estrutura do evento em 2018, Crivella diz que vai lutar para que essa situação seja revertida.

“Eles não podem prejudicar uma festa do povo por conta da prisão isolada de um dirigente [do deputado estadual Chiquinho da Mangueira, presidente da escola de samba Mangueira]. A Uber não pode generalizar, por isso vou me reunir com eles nos próximos dias e pedir esse apoio tão importante para nós”, finalizou.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA