OPERADORAS

BestBuy Hotel investe em B.I. e vê faturamento subir em 2019

A BestBuy Hotel terminou o primeiro semestre de 2019 com muitos motivos para comemorar. Após reforçar sua equipe e concluir uma grande reforma em sua sede, em Jundiaí (SP), a empresa viu seu faturamento nos primeiros seis meses do ano subir 24,6% em relação ao mesmo período de 2018. Agora, a meta é seguir em ascensão durante a segunda metade do ano para atingir 46% de crescimento até o final de dezembro.

“Temos comprometimento e entregamos o que prometemos. Essa é uma condição inegociável para termos resultados positivos e, nos últimos meses, também passamos a investir com força na área de Business Intelligence e Big Data. Temos que entender o modelo de negócios de cada cliente para poder ajudá-los na obtenção dos melhores resultados possíveis. Com informações às mãos, podemos adaptar nossos produtos de acordo com as diferentes necessidades dos agentes e agências de viagens que utilizam nossos serviços”, falou o CEO da BestBuy Hotel, Victor van Oorschot.

Emerson Souza
Nice e Victor van Oorschot, proprietários da BestBuy Hotel
Nice e Victor van Oorschot, proprietários da BestBuy Hotel
Apesar de ter na hotelaria internacional sua maior força, foram as reservas nacionais que tiveram maior destaque na primeira metade do ano. Considerando todos os hotéis e resorts disponíveis no seu catálogo, a empresa viu suas vendas subirem 113% na comparação com o primeiro semestre de 2018.

“Contamos com cerca de quatro mil hotéis brasileiros e, até outubro, acrescentaremos outros 800. Internacionalmente, são mais de 700 mil opções espalhadas pelo mundo e, em todos os casos, praticamos a reconfirmação das reservas, sempre dando segurança e tranquilidade para os agentes de viagens e, consequentemente, seus clientes”, comentou a diretora de Operações da BestBuy Hotel, Nice van Oorschot.

MUITO ALÉM DE HOTÉIS
Reservas na Europa e na América do Norte ainda são o carro-chefe da empresa, representando cerca de 80% do total negociado, porém, a América Latina vem crescendo e já é responsável por cerca de 15% dos negócios realizados. Além disso, apesar do nome, a BestBuy Hotel não se restringe apenas às propriedades hoteleiras, oferecendo demais serviços que englobam uma viagem.

“Temos orgulho de oferecer um atendimento de qualidade para todos os nossos clientes, independentemente do tamanho. Se ele vende R$ 2 mil ou R$ 200 mil, tratamos igual. Temos que crescer mantendo a qualidade do que oferecemos e, no segmento de locação de veículos, por exemplo, tivemos 366% de crescimento em comparação com o mesmo período do ano passado”, revelou Nice.

Atualmente, além dos hotéis e dos carros, a BestBuy Hotel também reúne seguros-viagem, transfers, casas de temporada e ingressos para atrações em sua plataforma. Entre seus clientes, estão agências de viagens, operadoras de Turismo, TMCs, DMCs e demais distribuidoras do setor.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA