Conotel enfatiza união do setor e dados de momento

|

Realizada nesta semana, nos dias 28 e 29, a edição especial do Conotel (Congresso Nacional de Hotéis) reuniu mais de três mil pessoas durante seis horas de apresentações e debates. Para o presidente da ABIH Nacional, Manoel Linhares, o evento trouxe uma visão real de como se comportará o Turismo no próximo ano, e como o processo de retomada se dará na visão de vários setores que interagem com o Turismo.

Divulgação
Evento de dois dias reuniu grandes nomes da hotelaria
Evento de dois dias reuniu grandes nomes da hotelaria
“Pudemos ouvir as opiniões e análises das principais lideranças dos setores de viagens, aviação, transportes, hotelaria e Turismo. Se por um lado precisamos estar sempre atentos às recomendações da autoridades de saúde, como já estamos fazendo, por outro, é preciso acelerar o processo de retomada para que o Turismo e os setores que ele impacta diretamente possam voltar as suas atividades para continuar realizando um dos principais sonhos dos brasileiros que é viajar”, pontua Linhares.

Realizado em formato híbrido, o evento recebeu grandes nomes do setor. Executivos como Raul Martins, presidente da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), Patrick Mendes, ex-CEO na América Latina e agora CCO da Accor em Paris, Chieko Aoki, presidente da Blue Tree Hotels, Eduardo Sanovicz, presidente da Abear, Claiton Armelin, diretor Executivo de Produto Terrestre Nacional da CVC Corp, Toni Sando, presidente da Unedestinos, e Alexis Pagliarini, presidente executivo da Ampro, participaram do encontro.

Cada um deles dividiu com os convidados sua experiência e o modo como enxergam a atividade no Brasil. Entre as falas, a ABIH destacou o relato de Chieko Aoki sobre sua trajetória no ramo e como foi o desenvolvimento da rede.

Também despertou interesse a palestra de Patrick Mendes, da Accor, mostrando os números do grupo que hoje conta com 480 hotéis na América do Sul, sendo 340 no Brasil, e o impacto da pandemia de coronavírus nos índices de ocupação dos hotéis que comanda. “Chegamos a fechar 80% de nossa unidades no continente. A reabertura começou em agosto e, hoje, estamos com 90% dos hotéis abertos, mas com apenas 30% de ocupação média. O que temos no momento, são alguns locais pontuais que estão tendo demanda”, aponta.

Para comentar a situação do setor de aviação, Eduardo Sanovicz, da Abear, também citou alguns dados. “De fato, o pior já passou. Estávamos com 8% da malha no ar em abril, operando somente para locais onde apenas a aviação poderia chegar, transportando gratuitamente equipes de saúde. Mas a construção de uma unidade no setor nos deu força e, aos poucos, estamos vendo os números melhorarem.”, disse. “A expectativa é que chegaremos a dezembro com 70% da malha aérea no ar”, completa.

Cleiton Armelin, da CVC, destacou a união do setor que vem fazendo com que a retomada esteja sendo bastante satisfatória para o Turismo rodoviário, principalmente porque o Brasil é o único pais aberto para o Turismo. Já Toni Sando, presidente da Unidestinos, discursou no mesmo sentido: “A crise uniu a todos e nos mostrou a importância do associativismo”, disse.

Após a apresentação dos palestrantes, o presidente da ABIH Nacional finalizou o evento agradecendo às ABIHs estaduais e aos parceiros, palestrantes, jornalistas e às entidades e empresas que patrocinaram o evento e convocou o presidente da ABIH-BA, Luciano Lopes, para convidar a todos para o Conotel 2021 que acontecerá em maio na capital baiana. “Vamos preparar um grande evento em Salvador. Estamos com os braços abertos esperando por vocês para mais uma vez discutirmos os caminhos e propostas para a hotelaria e o turismo brasileiro”, finalizou.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA