Greve: ABIH-SP relata prejuízo milionário na hotelaria paulista | Mercado | PANROTAS
MERCADO

Greve: ABIH-SP relata prejuízo milionário na hotelaria paulista

Pixabay
Segundo a ABIH-SP, 50% das diárias foram canceladas no último fim de semana
Segundo a ABIH-SP, 50% das diárias foram canceladas no último fim de semana
A greve dos caminhoneiros causou um prejuízo milionário à aviação brasileira, e o Turismo segue sendo impactado. De acordo com a Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de São Paulo (ABIH-SP), o mercado hoteleiro paulista perdeu mais de R$ 1,8 milhão só em diárias durante o último fim de semana (25 a 27 de maio). Agora, o receio surge diante da chegada de um feriado nacional.

No final de semana passado, os destinos de inverno foram os mais afetados. Tiveram mais de 50% das diárias canceladas, motivadas pela falta de combustível para que os turistas chegassem aos locais. A ABIH-SP estima uma perda de R$ 10,8 milhões envolvendo 52 segmentos da economia.

"No período de 28 a 30 de maio, os impactos negativos afetarão principalmente os destinos de Turismo de negócios e eventos. Entre eles, a capital e o interior de negócios, especialmente de hóspedes que viriam em carro próprio", explicou o presidente da associação paulista, Bruno Omori.

Em São Paulo, a Parada LGBT deve ser o principal evento turístico afetado, uma vez que os viajantes que iriam de carro sofrem com a escassez de combustível. Por ser um evento de rua e gratuito, a maioria dos turistas se hospeda em locais econômicos, e a ABIH-SP se prepara para uma queda de até 40% nesse tipo de hospedagens.

Já no litoral paulista e em destinos de lazer do interior, o feriado prolongado era visto como a salvação do final de maio e começo de junho, com ocupação esperada acima dos 70%. Os cancelamentos, porém, devem fazer com que esse índice ocupacional despenque para cerca de 21%.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA