MERCADO

Resorts têm alta de 20% na diária média

Os associados da Resorts Brasil registraram um crescimento de 20% na diária média e um incremento de 3,8% na taxa de ocupação em 2018, se comparado com os resultados obtidos em 2017. Para o presidente da Resorts Brasil, Alberto Cestrone, o resultado é uma conquista, mesmo diante de um período tão desafiador, com greve de caminhoneiros e eleições presidenciais, como foi o ano passado.

Marluce Balbino
Alberto Cestrone, presidente da Resorts Brasil
Alberto Cestrone, presidente da Resorts Brasil

Três resorts (dois do Estado de São Paulo e um do Centro Oeste) estão em fase de associação, segundo adiantou o hoteleiro. Os empreendimentos estão, nesse momento, passando por auditorias que avaliam, entre outras coisas, itens como recepção bilíngue, room service, áreas de entretenimento e natureza. “É um processo bastante criterioso e que dura aproximadamente três meses”, disse.

Com a flexibilização dos vistos para Austrália, Canadá, Estados Unidos e Japão, Cestrone acredita que o número de estrangeiros nos resorts pode voltar a crescer. Em 2018, os hóspedes internacionais representaram apenas 11% das vendas. "Há dez anos, em 2009, os estrangeiros respondiam por 40% das nossas reservas. Com a isenção de visto, acho que temos chances de retomar esse mercado tão importante”, finalizou.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA

As mais lidas agora