Fohb: 69% dos hotéis de rede no Brasil se encontram fechados

|

O Fohb acaba de lançar seu levantamento de oferta de disponibilidade da hotelaria durante a crise do novo coronavírus. Entre o período de 13 e 19 de abril, 61 redes foram consideradas, com 838 hotéis, 135.015 unidades habitacionais, em 26 Estados e 207 municípios.

Divulgação
Estudo considerou 61 redes, com 838 hotéis, 135.015 unidades habitacionais, em 26 Estados e 207 municípios<br>
Estudo considerou 61 redes, com 838 hotéis, 135.015 unidades habitacionais, em 26 Estados e 207 municípios
Deste montante, 69% se encontram fechados e 31% abertos. Dos que não estão operando, 39% têm uma previsão de reabertura para junho, 21% para maio, 19% para abril, 17% para julho e 4% ainda não têm um palpite de quando reabrirão.

Entre as categorias, 69% dos hotéis econômicos estão fechados; 61% dos midscale; 56% dos upscale não estão operando; e 99% dos resorts encontram-se de portas fechadas. São redes como Accor, Aviva, Bourbon, Intercity Hotels, Pestana, Palladium, Wyndham, entre outras.

OFERTA REGIONAL
Na região Sudeste, entre os 455 hotéis, 63,56% estão fechados; no Sul, das 157 propriedades, 90,03% se encontram inoperantes; na região Nordeste, foram 127 hotéis considerados e 72,25% estão de portas fechadas. No Centro-Oeste, de 65 propriedades hoteleiras, 57,39% se encontram fechadas; e, no Norte do País, dos 34 hotéis, 56,42% não estão operando no momento.

Florianópolis, em Santa Catarina, está com 100% dos hotéis fechados, de acordo com o levantamento, seguida por Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, onde 84,2% das propriedades estão inoperantes, e Curitiba, no Paraná, em terceiro, com 78,11%. São Paulo e Rio de Janeiro estão com 62,45% e 62,17% dos hotéis fechados, respectivamente.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA